Discussão:Politicamente correto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Untitled[editar código-fonte]

tentei corrigir esse artigo ara ficar mais neutro. Mas retomaram sua forma original. Da forma que ele se encontra,é só uma peça de propaganda libertária. admito que eu sou meio conservador,mas pra mim,isso deve se tratar de um artigo que tenha visoes neutras,sem inclinação pra nenhum dos dois lados. Esse artigo praticamente compara grupos não liberais a nazistas. Se alguem souber como,marquem esse péssimo artigo como NÃO NEUTRO. comentário não assinado de 201.9.158.33 (discussão • contrib)

Suas edições foram revertidas por serem proselitistas, tornou o artigo parcial. G‾|‾ D 19h48min de 19 de abril de 2012 (UTC)

Não houve proselitismo.O artigo como esta é proselitista por natureza e alienado. Se houve proselitismo de minha parte indique onde ele ocorreu. Qualquem um com um mínimo de cérebro vê que esse artigo está envenenado por opiniões pessoais.

Artigo horrível[editar código-fonte]

Texto muito mal redigido, transforma o tema de "politicamente correto x politicamente incorreto" em "liberais x conservadores" ou até mesmo "defensores dos direitos humanos x radicais de direita". comentário não assinado de 187.14.41.132 (discussão • contrib)

Artigo Tendencioso[editar código-fonte]

Propaganda esquerdista. Artigo tendencioso e parcial. Julga a direita como naturalmente odiosa e discriminatória.

Artigo não confiável no presente momento.

Artigo ridiculo[editar código-fonte]

Sou libertário mas tenho bom senso.

Essa introdução está ridícula. Pouquissimo pode se aproveitar dela. E sinceramente, discurso de ódio? Sério? Isso existe no Brasil até hoje, como em qualquer lugar do mundo, mas está longe de ser como está no texto. Geralmente os maiores responsáveis pelos discursos de ódio são os radicais, e é exatamente o que o autor nos faz pensar que ele é. Esse artigo deveria ser apagado, reiniciado do zero e o autor banido da wikipedia.comentário não assinado de 187.127.27.11 (discussão • contrib) (data/hora não informada)

Qualquer editor é livre para melhorar o artigo, ouse, aceite desafios! Stuckkey (discussão) 18h06min de 12 de novembro de 2013 (UTC)

Jean Wylys e sua trupe?[editar código-fonte]

NOSSA SENHORA, QUEM ESCREVEU ISSO? JEAN WYLLYS E SUA TRUPE.

Ridicula tamanha parcialidade.. Simplesmente isso.

Reforma da página de acordo com o artigo anglófino[editar código-fonte]

Diante da página em inglês, evidencia-se a parcialidade dessa página. Logo na introdução fica explícito isso, pois as expressões "politicamente correto" e "incorreto", tem diversas nuances de sentido históricas, esse artigo está referenciado et al., mas somente dentro de uma nuance e um sentido. É injustificável o silogismo que perpassa o artigo. Vou traduzir o artigo inglês e postá-lo aqui em breve, junto claro, com todas as suas fontes, juntamente na página "Discurso politicamente incorreto". Magno Chega aí 18h26min de 16 de setembro de 2014 (UTC)

Remanejamento[editar código-fonte]

Fiz alteração da posição de uma tag de fontes para o alto da página.

Porque ela 'tava muito ruim de lay-out.

Podem conferir.

Parcialidade[editar código-fonte]

Certamente, esse é o artigo mais parcial de toda a enciclopédia. Sou um meio-termo entre um libertário e um esquerdista, mas dizer que "politicamente incorreto" é eufemismo pra "discurso de ódio" é demais. Muitas vezes o politicamente incorreto é usado como instrumento de crítica social, e, se uma eventual piada racista sem fins de crítica social é ou não discurso de ódio, é seriamente debatível. comentário não assinado de 179.110.219.133 (discussão • contrib) (data/hora não informada)

Parcialidade chocante[editar código-fonte]

Não cabe a um artigo enciclopédico dizer, seja de forma implícita ou explícita, se o politicamente correto ou seu gêmeo antagônico (in)correto são bons ou não. E, tampouco, cabe a uma enciclopédia dizer o que é ou deixa de ser ofensivo ou opressivo em termos absolutos na hora de tratar de tipos de discurso.

O artigo está ridiculamente enviesado já faz tempo, e todas as tentativas de neutralizá-lo, que usualmente são justificadas aqui na aba de discussão, costumam ser revertidas em sequência sem qualquer debate ou argumentação prévia. Reconheço que às vezes há excessos nessas tentativas de "desenviesação", que apenas mudam a ideologia à qual o artigo se inclina, mas também houve alterações sensatas que foram prontamente ignoradas.

Quero deixar bem claro que não vou tolerar a persistência desse comportamento autoritário da parte de alguns. Se me reverterem sem antes se justificarem e carregarem uma discussão decente sobre o tópico comigo, eu retomarei minhas edições incansavelmente, e, se necessário , também recorrerei a outros membros da comunidade para que seja mantido um mínimo de razoabilidade aqui dentro. Gio97BR (discussão) 06h56min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)

@Gio97BR: Faça o favor. Apenas tenha o cuidado de não remover informação bem referenciada e útil ao tema, mesmo que seja parcial - nesses casos ela pode ser devidamente enquadrada usando para isso fonte fiável. Qualquer nova informação deve estar também apoiada em fonte fiável.-- Darwin Ahoy! 12h15min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)
@Darwinius: Antes de eu fazer qualquer coisa no artigo eu vou dar sequência à discussão com o Antero (aliás, se quiser acompanhá-la, sinta-se à vontade). Só acho importante agora já te dizer que, apesar do artigo ter um monte de referências, várias delas são descartáveis, como artigos de opiniões de sites que ninguém conhece o nome, por exemplo. Outras vezes, as fontes citadas dizem uma coisa, mas quem redigiu o artigo as sua para falar outras. Um caso claro é a notícia falando de quando o Danilo Gentili tentou fazer uma piada em que se comparavam negros a macacos. A notícia citada só narra o evento que aconteceu, não faz qualquer análise semântica ou sociológica para dizer se tal associação em forma de humor constituía ou não racismo (veja: não estou dizendo que não há racismo na brincadeira dele, estou dizendo que a fonte citada, por si, não fundamenta a afirmação feita no artigo). Como um todo, vai ser muito trabalhoso arrumar essa página. Uma enorme parte dele é mal referenciada, outra boa parte é bem referenciada mas evidencia só um lado da discussão, e o texto todo parece construir-se com a ideia de demonizar uma ideia sobre o tópico enquanto valoriza outro. A melhor solução, ao meu ver, seria traduzir o artigo anglófono. Há uns trechos dele meio enviesados, mas nada comparado à loucura que ocorre aqui.Gio97BR (discussão) 19h09min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)

Suponho que este novo utilizador seja o IP 179.110.219.133 D​ C​ E​ F, que fez praticamente o mesmo comentário mais acima e já em março tinha removido o mesmo texto. Não existe isso de "avisar antes de desfazer". Antes de editar, sugiro tentar compreender como funciona a Wikipédia. As suas edições estão sujeitas ao escrutínio de todos os Wikipedistas que podem, ou não, aceitá-las. O ónus da discussão é de quem quer modificar o artigo. A sua edição removeu uma quantidade significativa de texto referenciado com informações mais do que óbvias. Se acha que está "enviesado" apresente argumentos e sólidos e fontes robustas que permitam verificar essas alegações e iniciar uma discussão. A tentativa continuada de branqueamento de "informações incómodas" só porque você não gosta pode, a partir de determinado ponto, ser vista como vandalismo. Sugiro também ler WP:R3R e WP:NFAP. Quintal 12h36min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)

@Antero de Quintal: Sim, sou o mesmo utilizador. E eu sei que não há, por via da regra, qualquer obrigatoriedade de justificar a reversão de edições. Mas é uma questão contextual. Supondo que não houvesse inúmeras mensagens nesse tópico de discussão questionando a parcialidade da versão que antecede a minha e que elas não tivessem sido, sempre, ignoradas ou mal respondidas, eu com certeza não veria qualquer problema em sua atitude.
Quanto ao "ônus da discussão", eu até enxergaria alguma validade na ideia que você busca encaminhar caso os que são favoráveis à manutenção do artigo na sua forma atual engajassem nas discussões propostas pelos que querem mudá-lo. Não sendo esse o caso, e sendo essas propostas apenas ignoradas ou respondidas de forma genérica, aceitar essa sua retórica é dar o controle do conteúdo de um dado artigo a qualquer um que chegue nele primeiro cronologicamente e depois decida se abster de responder qualquer questionamento à sua versão. Também, me diga, quais fontes robustas são necessárias para iniciar uma discussão sobre um artigo que se fundamenta em textos ideológicos de sites de opinião?
Sobre minha suposta "remoção de conteúdo referenciado", em primeiro lugar eu quero dizer que as remoções foram mínimas. Elas podem representar muitos caracteres, principalmente pela forma em que são formatadas as citações nelas contidas, mas são bem pouco em termos de texto legível. A enorme maior parte da minha edição gira em torno de deixar claro que algumas coisas aqui ditas não eram verdades absolutas e sim afirmações essencialmente ideológicas. Enfim, de novo dizendo respeito às remoções de conteúdo, queria saber quem em sã consciência considera uma fonte como essa, http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/917484-politicamente-fascista.shtml, um artigo de opinião que não ocupa nem uma folha de sulfite inteira, não cita bibliografia qualquer, e menos ainda apresenta algum rigor científico em sua argumentação, como uma "fonte fiável". Você consegue pegar um jornalista aleatório, de qualquer jornal aleatório, expressando basicamente qualquer posicionamento possível – isso não dá a ele valor enciclopédico, e menos ainda o torna uma "obviedade".
Além disso, acho importante aqui eu citar a sua pequena arrogância, que, sim, me ofende, ao tratar o conteúdo desafiado como "obviedades" que eu e outros estamos tentando "branquear" meramente pois estamos "incomodados". Honestamente, estou achando que você deve ser alguma espécie de onisciente bastião da verdade absoluta, enquanto eu e tantos outros aqui, que questionamos tantas "obviedades" suas, devemos ser tremendos idiotas por não sermos capazes de concordarmos com sua extensa sabedoria divina. Sabedoria divina a qual, aliás, você não faz questão nenhuma de buscar expressar em um texto que não se constitua em 75% de meras insinuações e ataques pessoais.
Por fim, se quiser, posso gastar algum tempo da minha vida te provando o viés carregado por esse artigo. Posso muito bem achar fontes tão reconhecidas internacionalmente como esse The Stalwart (quem?) fazendo um artigo opinativo de quatro parágrafos (como esse obra-prima do jornalismo argumentativo: http://www.thestalwart.com/the_stalwart/2008/05/the-right-wing.html – nossa, o cara chamou quem usa o termo "politicamente correto" de idiota, que retórica, que imparcialidade invejável!) em favor do lado contrário. Mas quero acreditar que isso não é necessário. Por isso, num primeiro momento, vou dar uma chance para que surja o seu bom-senso, e que com uma mera lida rápida do artigo você já enxergue o quanto ele é parcial, o quanto ele encaminha o politicamente correto como "bom" e o politicamente incorreto como "ruim", o quanto ele expressa uma clara concordância com a visão da esquerda progressista sobre as consequências de uma linguagem mais crua...
Gio97BR (discussão) 18h52min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)
Escreveu uma wall of text sobre coisas que não interessam a ninguém, mas não apresentou quase nenhuma evidência de que o texto do artigo é incorreto ou as fontes inadequadas. Talvez seja por isso que as suas queixas nesta página têm sido ignoradas pelos Wikipedistas. Vou comentar apenas a única evidência que apresentou: o facto de esta fonte ser pouco robusta para a afirmação que sustenta. Eu concordo. É uma coluna de opinião de alguém que não é sequer uma autoridade no tópico. Acho que a informação devia ser sustentada por fontes mais robustas. No entanto, isso não significa que o texto seja incorreto. É muito fácil encontrar a mesma informação em fontes mais robustas. E relembro que você não removeu apenas o que estava sustentado por essa fonte. Removeu uma quantidade assinalável de texto sustentado por outras fontes. Quintal 19h21min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)
@Antero de Quintal: Você está se fazendo de cego. Meu "wall of text" que "não interessa a ninguém" se trata de uma resposta ponto a ponto à sua crítica ao meu comentário. Não vou negar que eu talvez tenha sido um pouco prolixo, mas isso não dá um mínimo de razão ao que você afirmou agora. Sobre essa fonte ser fraca, mas, supostamente, haver outras fontes mais fiáveis argumentando a mesma coisa, acho importante que essas fontes sejam trazidas aqui. Senão é só especulação. E não foram uma, mas sim duas, as fontes que eu trouxe e que apresentavam esse problema. E eu não fiquei procurando fontes problemáticas para listar, essas foram simplesmente duas das primeiras que apareceram quando eu fui conferir os trechos que eu removi. Com certeza há mais do que só elas.
Eu, também, fundamentei sim minhas críticas ao viés do artigo. Só não trouxe as fontes que provam que há opiniões contrárias com o mesmo valor ao aqui expressado porque achei que você teria o bom senso de ler o artigo com os olhos mais abertos e enxergar o que digo. Aliás, por favor, me responda de boa fé, você realmente não enxerga esse artigo como que encaminhando o "politicamente correto" como algo bom e o "politicamente incorreto" como algo ruim? Você realmente não enxerga esse artigo afirmando, como se fosse uma verdade absoluta, convencionada, que certos discursos são opressores (e, por tabela, deixando implícitas como verdadeiras certas definições de termos como "racismo")? Peço sinceridade e um pouco de humildade a você. Honestamente, você dizer que as coisas que eu apaguei eram "mais que óbvias", foi ridículo, tal qual foi sua forma rápida de tentar deslegitimar todo meu discurso sem sequer respondê-lo de fato. E, também, não serve à verdade você ter dito aqui que as minhas queixas nessa página foram prontamente ignoradas pelos wikipedistas. A primeira, realmente não foi respondida, mas minha edição foi mantida inalterada por um mês até você desfazê-la. Agora, nessa última, houve tanto agradecimentos à minha edição, como também uma resposta aqui que me encoraja a seguir com a reforma do tópico. Eu falei que as críticas ao artigo em sua forma atual são geralmente ignoradas, mas apenas por aqueles que discordam delas e acham que a existência botão de "desfazer" anula a necessidade de que se haja um debate (PS.: Dessa vez tenta me responder de verdade ao invés de partir pra um espantalho genérico). Gio97BR (discussão) 19h52min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)
"Houve tantos agradecimentos..."... Enfim, fait-divers. Mais uma vez: por favor apresente fontes robustas que confirmem as suas alegações e/ou fontes mais robustas que aquelas que você se queixa que não o são. E não vejo nada no artigo que faça juízos de valor sobre o tópico que seja uma violação de WP:NPOV. Eu concordo que as duas fontes que você indicou aqui não são propriamente robustas. Mas e agora? Tem fontes mais robustas e independentes que abordem o tópico de forma diferente? Não adianta de muito criticar a robustez das atuais quando não se consegue apresentar nada de maior robustez. E relembro que você não removeu apenas o que estava sustentado por essa fonte. Removeu uma quantidade assinalável de texto sustentado por outras fontes. Quintal 20h28min de 24 de dezembro de 2016 (UTC)
@Antero de Quintal: Eu disse que houve "TANTO agradecimentos COMO uma mensagem (...)". Eu não disse que houve TANTOS agradecimentos no sentido de muitos. Você leu errado. De resto, te respondo outro dia, agora vou sair pra comemorar o feriado. Aliás, um feliz Natal pra você! Até mais!

Fontes em inglês[editar código-fonte]

Olá amigos conservadores, aqui é um coletivista falando. Passando apenas pra comentar que tem muitas fontes em inglês pra basear os argumentos... vocês não precisam de tanto para apelar a argumentação!! Wikipédia lingua portuguesa, fica a dica, ler policarpo quaresma e aprender a amar o brasil!!

Reversão[editar código-fonte]

JMagalhães desfez minha edição (16h43min de 9 de setembro de 2019‎) apresentando a seguinte justificativa no histórico de edições (01h16min de 10 de setembro de 2019‎):
"rv parcial: 1) artigos não são para fazer propaganda a autores; 2) youtube não é fonte." (?!?!?!)
O Youtube é apresentado como referência em diversos artigos. JMagalhães (que, na ocasião, "assinava" "Quintal") votou favoravelmente ao uso ligações para o YouTube (voto às 20h28min de 2 de março de 2017), desde feitas por autorrevisores. Aquela votação decidiu que ligações para o YouTube são válidas desde que feitas por editores autoconfirmados, dispensando a exigência de que sejam feitas por autorrevisor, que é meu status atual. Tanto Jordan Peterson, quanto Luiz Felipe Pondé, são conhecidos críticos do politicamente correto. Suas opiniões apresentadas (no caso de Pondé, em vídeo não comercial/propagandístico do YouTube) acerca deste tema são tão válidas quanto as de Allan Bloom, Dinesh D'Souza, Bill Lind, John Cleese, Eric Zemmour, Dominique Lecourt e outros, apresentadas no artigo (sem as opiniões destes sejam consideradas "propaganda a autores"). Portanto, tal reversão não tem sentido. Peço uma vez mais, mas, sem a real esperança de ser atendido: JMagalhães, por favor, tenha critério, foco e coerência em suas ações. Dedique sua energia/tempo/intelecto para tarefas mais úteis. Boa tarde. Esopo (discussão) 14h18min de 11 de setembro de 2019 (UTC)

Artigos sobre conceitos são construídos com base naquilo que fontes fidedignas e independentes resumem sobre o tema. Não são palanque para propaganda e dar voz a autores. E os editores do projeto dispensam os seus conselhos e ameaças sobre como e em que artigos trabalhar. JMagalhães (discussão) 15h25min de 11 de setembro de 2019 (UTC)
"Ameaças"? Onde? Quando? Só na sua imaginação. Por favor, não torça as minhas palavras. JMagalhães, você repete mais uma vez o argumento, sem fundamento, de "palanque de propaganda para autores". Desta vez, numa atitude abusiva e autoritária, você reverteu para a edição de 17h01min de 29 de junho de 2019‎ feita pelo editor Bageense (perdoe-me por citá-lo nesta desagradável discussão...) destruindo todo o trabalho que fiz até aqui. Com isso você demonstra um total desrespeito pelo trabalho de edição (legítima e correta) que fiz. Objetivamente: não existem problemas nas edições feitas por mim. As opiniões, críticas e qualificadas, de Jordan Peterson e Luiz Felipe Pondé sobre o tema "politicamente correto", contribuem positivamente para o artigo e, foram devidamente referenciadas. No caso da opinião emitida por Pondé, esta vem através de vídeo do YouTube. Só para refrescar sua memória, a votação sobre o uso do YouTube como fonte, realizada entre fevereiro e março de 2017, teve o seguinte resultado:
"A FAVOR: 81 — CONTRA: 9".
"CONCLUSÃO: Aprovada a retirada do YouTube da Spam-blacklist. Aprovado também que o prerrequisito para se poder inserir URLs do YouTube é o estatuto autoconfirmado (19/47/39)."
Novamente, recordo que você mesmo participou daquela votação, assinando "Quintal".
Na boa, JMagalhães: ao invés de desperdiçar o nosso tempo desfazendo edições legítimas de outros colaboradores, procure algo realmente útil para fazer na Wikipédia. Boa, tarde. Esopo (discussão) 15h52min de 12 de setembro de 2019 (UTC)
Se a sua argumentação se resume a "não existem problemas nas edições feitas por mim", estamos conversados. JMagalhães (discussão) 20h04min de 12 de setembro de 2019 (UTC)