Ditmar Jakobs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ditmar Jakobs
Informações pessoais
Nome completo Ditmar Jakobs
Data de nasc. 28 de agosto de 1953 (66 anos)
Local de nasc. Oberhausen,  Alemanha Ocidental
Altura 1,80 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
Alemanha Ocidental Rot-Weiß Oberhausen
Alemanha Ocidental Arminia Lirich
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1971–1974
1974–1977
1977–1979
1979–1989
Alemanha Ocidental Rot-Weiß Oberhausen
Alemanha Ocidental Tennis Borussia Berlin
Alemanha MSV Duisburg
Alemanha Hamburgo
45 (12)
101 (16)
68 (2)
323 (37)
Seleção nacional
1980–1986 Bandeira da Alemanha Ocidental Alemanha Ocidental 20 (1)

Ditmar Jakobs (Oberhausen, 28 de agosto de 1953) é um ex-futebolista alemão, que atuava como zagueiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jogava como um clássico líbero, assim como Franz Beckenbauer ou Willi Schulz. Em 18 anos como profissional, Jakobs atuou em 537 partidas e marcou 67 gols. Entre 1971 e 1989, defendeu Rot-Weiß Oberhausen, Tennis Borussia Berlin, MSV Duisburg e Hamburgo, com destaque para este último.

Em 1982 e 1983 foi campeão alemão e em 1983 venceu a Liga dos Campeões da UEFA, ajudando o clube do norte alemão a superar a Juventus.

Seu nome freqüentemente é soletrado de forma errada como Dietmar Jakobs.[1]

Seleção Alemã[editar | editar código-fonte]

Jakobs fez parte da Seleção Alemã-Ocidental entre 1980 e 1986. Apesar de sua boa fase no Hamburgo, não foi convocado para a Copa de 1982 nem para a Eurocopa de 1984. Seu único torneio internacional pela Seleção foi a Copa de 1986, quando já tinha 32 anos.

Aposentadoria forçada[editar | editar código-fonte]

Em 20 de setembro de 1989, durante o clássico entre Hamburgo e Werder Bremen, Jakobs sofreu um grave acidente após evitar um gol do Werder e deslizar para dentro do gol. Os ganchos de fixação entraram pela coluna do zagueiro e, por apenas 2 centímetros, não atingiram sua espinha. Permaneceu preso durante 20 minutos, até o médico do Hamburgo retirar os ganchos com o auxílio de um bisturi. O susto foi tão grande que ele, aos 36 anos de idade, decidiu encerrar sua carreira.

Hoje, trabalha como corretor de seguros em Norderstedt, próxima a Hamburgo.

Referências

  1. «Elenco da Copa de 86». Consultado em 13 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]