Dragutin Dimitrijević

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dragutin Dimitrijević
Nascimento 17 de agosto de 1876
Belgrado
Morte 24 de junho de 1917 (40 anos)
Salônica
Cidadania Principado da Sérvia, Reino da Sérvia
Etnia Sérvios
Ocupação soldado
Causa da morte fuzilamento

Dragutin Dimitrijević (sérvio cirílico: Драгутин Димитријевић; também conhecido como Ápis (Апис); 17 de agosto de 1876, Belgrado - 11, 24, ou 27 de junho de 1917) foi oficial do exército sérvio, revolucionário e conspirador, líder da sociedade secreta sérvia Mão Negra.

Em 1901, o jovem oficial do exército, Dimitrijević, iniciou uma conspiração de oficiais para assassinar o impopular rei Alexandre Obrenović. O plano foi finalmente realizado em junho de 1903. Logo depois, os conspiradores conseguiram trazer o exército sob seu controle. Mais significativamente, também foi membro fundador (1911) e líder inspirador da sociedade secreta nacionalista Ujedinjenje ili Smrt ("Unificação ou Morte"), mais conhecida como "Mão Negra", que procurou criar uma Grande Sérvia através do uso da violência. Dimitrijević é considerado como tendo desempenhado um papel importante no planejamento do assassinato de Sarajevo do arquiduque austríaco Francisco Ferdinando (28 de junho de 1914), que provocou a Crise de Julho, que por sua vez, desencadeou a Primeira Guerra Mundial.

Logo depois da guerra, entretanto, a sociedade Mão Negra foi marcada para eliminação pelo primeiro-ministro sérvio Nikola Pašić e em maio de 1917, Dimitrijević foi condenado à morte com seis outros oficiais, e foi executado.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • David MacKenzie: Apis: the congenial conspirator. The life of Colonel Dragutin T. Dimitrijevic. Columbia University Press, New York 1989. ISBN 0-88033-162-3
  • David MacKenzie: The Exoneration of the "Black Hand". East European Monographs No. DXVI, Boulder, CA. ISBN 0-88033-414-2
  • Milan Živanović: Solunski proces 1917. Savremena administracija, Beograd 1955.
  • Valentin Pikul: "To Have Honor" In this book the main character was friends with Apis and helped in the murder of Aleksandar Obrenović and his wife in 1903.

Referências