Encinasola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Espanha Encinasola
Anzina Sola

Encinasola

 
  Município  
Encinasola fuerte san felipe.jpg
Símbolos
Bandeira de Encinasola Anzina Sola
Bandeira
Brasão de armas de Encinasola Anzina Sola
Brasão de armas
Gentílico marocho/cha
Localização
Encinasola Anzina Sola está localizado em: Espanha
Encinasola
Anzina Sola
Localização de Encinasola
Anzina Sola na Espanha
Coordenadas 38° 08' N 6° 52' O
País Espanha
Comunidade autónoma Andaluzia
Província Huelva
Alcaide Modesto Hierro Delgado
Características geográficas
Área total 178 km²
População total (2021) [1] 1 292 hab.
Densidade 7,3 hab./km²
Altitude 432 m
Código postal 21390
Código do INE 21031
Website www.encinasola.com/
Localização de Encinasola na província de Huelva.

Encinasola é um município raiano da Espanha na província de Huelva, comunidade autónoma da Andaluzia, de área 178 km² com população de 1481 habitantes (2011) e densidade populacional de 8,32 hab/km².[2] É também conhecida em português como Anzina Sola.[3]

História[editar | editar código-fonte]

No término municipal da Vila de Encinasola encontram-se restos de sete povoados celtiberos que vieram em busca de depósitos metalúrgicos. Posteriormente, na época romana, dá-se um assentamento na zona da Peña de San Sixto; da época visigoda apenas há dados; da época árabe destaca-se o atual desenho da povoação, a construção do castelo, os arrabaldes e o morro da povoação, havendo vestígios de uma antiga mesquita.

A vila de Encinasola foi reconquistada principalmente por ásture-leoneses e pertencia ao lado leonês da repovoação; destaca-se como feito importante que os habitantes de Encinasola participaram na reconquista da povoação malaguenha de Álora à qual atribuíram como padroeira a Virgem das Flores.

Posteriormente, ao ser povoado fronteiriço com Portugal, foi o único de toda a província de Huelva que mantevo a sua fronteira intacta com Portugal e jamais chegou a ser conquistado por esta nação. Desta época vêm os Fortes de San Felipe e de San Juan.

Mais tarde, na Guerra da Independência espanhola, ofereceu uma feroz resistência aos franceses, ficando destruído desde então o seu castelo.

Nas Guerras de Sucessão espanholas, apoiou sempre a Coroa.

Desde finais do século XIX, a sua economia baseou-se na criação de gado, na agricultura e nas indústrias locais de abastecimento. Dada a pobreza da terra houve sempre uma emigração intensa; apesar disso, chegou a alcançar a finais dos anos 50 do séc.XX a ter uma população de mais de 7 mil habitantes, tendo desde então decrescido.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Variação demográfica do município entre 1991 e 2004
1991 1996 2001 2004
2068 1945 1755 1673

Referências

  1. «Cifras oficiales de población resultantes de la revisión del Padrón municipal a 1 de enero» (ZIP). www.ine.es (em espanhol). Instituto Nacional de Estatística de Espanha. Consultado em 19 de abril de 2022 
  2. «Censo 2011». Instituto Nacional de Estatística (Espanha) 
  3. Quadro elementar das relações políticas e diplomáticas de Portugal com as diversas potências do mundo, desde o princípio da monarquia portuguesa até aos nossos dias, Visconde de Santarém, Tomo primeiro, J. P. Aillaud, 1842
Ícone de esboço Este artigo sobre Municípios da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.