Petropavlovsk (1897)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Petropavlovsk (1897)
Encouraçado Petropavlovsk
Origem    Bandeira do país de origem
Nome: Couraçado Petropavlovsk
Construtor(es): Estaleiros do Almirantado, São Petersburgo1893
Lançamento: 1 de novembro de 1894
Em serviço: 1897-1904
Características gerais
Deslocamento: 11,354t (standard;)
11,536t (full load)
Comprimento: 112 m (369 ft)
Boca: 21, m (70 ft)
Calado: 7,34 m (24.1 ft)
Propulsão: 2 motores a vapor de expansão tripla
16 caldeiras
1.310 toneladas de carvão
Velocidade: 16,8 knots (31.1 km/h)
Autonomia: 4,000 milhas náuticas (7,400 km/h)
Armamento: 4 canhões de 305 mm
12 canhões de 152 mm
10 canhões de 47 mm
28 canhões de 37 mm
6 tubos de torpedo
Tripulação/Equipagem: 632 homens

O Encouraçado Petropavlovsk foi o principal navio da Classe Petropavlovsk construído nos Estaleiros do Almirantado em São Petersburgo para liderar a Frota do Pacífico (Rússia).

História[editar | editar código-fonte]

Após a sua construção, o Petropavlovsk partiu para o Extremo Oriente, de onde lideraria a frota russa baseada em Port Arthur. Em 1900, a Levante dos Boxers estourou, a Rússia e mais 7 países intervieram para sufocar a rebelião chinesa. O Petropavlovsk, junto com a frota, ajudou na repressão.

Guerra Russo-Japonesa[editar | editar código-fonte]

Em 1904, iniciou a Guerra Russo-Japonesa, o Almirante Stepan Osipovich Makarov assumiu o comando do Petropavlovsk e decidiu furar o bloqueiro japonês em Port Arthur, os japoneses interceptaram a frota e iniciaram um ataque aos russos. A frota russa decidiu voltar para Port Arthur, quando o Petropavlovsk se aproximava do porto, ele bateu numa mina lançada dias atrás pelos japoneses, o navio afundou rápido junto com o experiente Almirante Makarov.