Erich Mielke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Erich Mielke
Nome nativo Erich Mielke
Nascimento 28 de dezembro de 1907
Berlim
Morte 21 de maio de 2000 (92 anos)
Berlim
Cidadania Império Alemão, República de Weimar, União Soviética, Alemanha Oriental, Alemanha
Ocupação oficial, político
Prêmios Herói da União Soviética, Ordem de Lenin, Ordem da Revolução de Outubro, Ordem do Estandarte Vermelho, Ordem da Guerra Patriótica 1ª classe, Medalha ao Serviço Distinto na Vigilância das Fronteiras do Estado

Erich Mielke (28 de dezembro de 1907 - 21 de maio de 2000), foi desde 1957 Ministro para a Segurança do Estado da RDA (Alemanha de Leste), e, por conseguinte, um dos mais responsáveis pelo sistema de vigilância e controle exercidos em todos os domínios da sociedade leste-alemã. Mesmo em privado ninguém podia estar seguro de estar livre de traições e/ou de ser denunciado. Uma vítima famosa foi Robert Havemann, que a dado tempo chegou a ser vigiado por cerca de 100 agentes da Stasi.

Em 1989 o Ministério por ele controlado empregava 91 000 agentes e ainda 173 000 agentes não oficiais. A 13 de Novembro de 1989 (poucos dias depois da queda do Muro de Berlim), Erich Mielke usou uma expressão perante a Câmara do Povo da RDA que se tornou numa das mais citadas do momento: "Eu adoro-vos a todos, sem dúvida todos os homens". A população interpretou a frase como sendo cínica.

Por causa de dois assassínios a dois polícias (assassinatos de Paul Anlauf e Franz Lenck) e uma outra tentativa de homicídio no ano de 1931, Mielke foi condenado em 1993 a 6 anos de cadeia (que não foram cumpridos).

Referências