Escrita paleo-hebraica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Escrita paleo-hebraica
Paleo-hebrew alphabet.jpg
Tipo Abjad
Línguas Hebraico bíblico
Período de tempo
1000 a.C. a 135 d.C.
Sistemas-pais
Sistemas-filhos
Alfabeto samaritano

O Alfabeto Paleo-Hebreu (em hebraico: כתב עברי עתיק), é um abjad conhecido como alfabeto fenício. A data exata da escrita não é conhecida e foi usado como segunda língua hebraica, segundo a historia[1].

Foi deixando de ser usado pelos Judeus por volta do século V, tendo sido substituído pelo alfabeto aramaico como escrita para o Hebraico. A atual escrita Hebraica de forma quadrada descende dessa antiga escrita. Os Samaritanos que não são hoje mais do que mil pessoas, continuam a usar uma forma derivada desse antigo Alfabeto, o chamado alfabeto samaritano (da língua samaritana)

Letras[editar | editar código-fonte]

Moeda da Revolta de Barcoquebas em alfabeto Paleo-Hebreu
Inscrição na Pedra de Zaite
Letra Hebraica Unicode Hebraica Antiga Nome
א 𐤀 Aleph Aleph
ב 𐤁 Bet Beth
ג 𐤂 Gimel gimel
ד 𐤃 Daled daleth
ה 𐤄 Heh hey
ו 𐤅 Vav waw
ז 𐤆 Zayin zayin
ח 𐤇 Khet het
ט 𐤈 Tet tet
י 𐤉 Yud yod
כ/ך 𐤊 Khof kaph
ל 𐤋 Lamed lamed
מ/ם 𐤌 Mem mem
נ/ן 𐤍 Nun nun
ס 𐤎 Samekh samekh
ע 𐤏 Ayin ayin
פ/ף 𐤐 Pey pe
צ/ץ 𐤑 Tzadi tsadi
ק 𐤒 Quf quph
ר 𐤓 Resh resh
ש 𐤔 Shin shin
ת 𐤕 Tof taw

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Externas[editar | editar código-fonte]