Alfabeto fenício

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vários modelos de alfabetos como o latino, o grego, e o árabe evoluiram do aramaico, que por sua vez foi a única evolução do fenício.

O alfabeto fenício, na verdade um abjad, foi o sistema de escrita usado na Fenícia (atuais Síria, Líbano e norte de Israel) que viria a dar origem a grande parte dos sistemas atuais. Foi adaptado do anterior alfabeto semítico[1] e seu registro mais antigo data de 1200 a.C. O sistema deriva da escrita protosinaítica, por sua vez derivada dos hieróglifos egípcios.

A inovação do alfabeto fenício está em sua natureza puramente fonética, na qual cada símbolo representa um som, que exige a memorização de apenas alguns caracteres, diferentemente dos sistemas logográficos hieroglíficos e cuneiformes (apesar de não totalmente logográficos), com o primeiro se valendo de caracteres fonéticos e do segundo se valendo de um sistema silábico[A partir de quando? Antes ou depois do surgimento do sistema fenício?], em que cada caractere representava uma palavra, fazendo necessária a existência de milhares de caracteres (de forma similar aos caracteres chineses), que por sua vez exigiam alta especialização para serem aprendidos.[2]

Dentre os sistemas derivados do fenício, estão o alfabeto grego, a escrita itálica antiga e o aramaico (que por sua vez originaria os abjads hebraico e árabe). Não são exemplos de descendência aqueles sistemas do sul da Arábia e o etíope.[3]

O alfabeto fenício é melhor descrito como um abjad porque só contém caracteres para representar consoantes, as vogais devendo ser inferidas[4], enquanto que um verdadeiro alfabeto representa tanto consoantes quanto vogais.

O alfabeto fenício não é mais usado

O alfabeto[editar | editar código-fonte]

É interessante observar que, tendo origem em sistemas logográficos como o egípcio, o desenho das letras e seus nomes são acrofônicos, com o nome da letra iniciando com o som que ela representa e denunciando sua antiga significação pictográfica.

Veja como, por exemplo, 'aleph significava boi e o caractere vinha da representação de uma cabeça de gado rotacionada em 90 graus.

Letra Nome Significado da imagem Som Letra correspondente em
Hebraico Arábico Grego Latim Cirílico Aramaico
Phoenician aleph.png ʼāleph boi a א Αα Aa Аа
Phoenician beth.png bēth casa b ב Ββ Bb Бб, Вв
Phoenician gimel.png gīmel camelo g ג Γγ Cc, Gg Гг
Phoenician daleth.png dāleth porta d ד د،ذ Δδ Dd Дд
Phoenician he.png postigo e ה Εε Ee Ее, Єє
Phoenician waw.png wāw unha f,u,w,v,i,ı ו Ϝϝ, Υυ Ff, Uu, Vv, Ww, Yy Уу
Phoenician zayin.png zayin punhal z ז Ζζ Zz Зз
Phoenician heth.png ḥēth cerca h ח ح،خ Ηη Hh Ии, Йй
Phoenician teth.png ṭēth roda t ט ط،ظ Θθ Þþ Тт
Phoenician yodh.png yōdh braço y י ي Ιι Ii, Jj Іі, Її, Јј
Phoenician kaph.png kaph palma (da mão) k כ,ך Κκ Kk Кк
Phoenician lamedh.png lāmedh aguilhão l ל Λλ Ll Лл
Phoenician mem.png mēm água m מ,ם Μμ Mm Мм
Phoenician nun.png nun peixe n נ,ן Νν Nn Нн
Phoenician samekh.png sāmekh coluna x ס ز Ξξ, Χχ Xx Хх
Phoenician ayin.png ʼayin olho o ע ع،غ Οο Oo Оо
Phoenician pe.png boca p פ,ף Ππ Pp Пп
Phoenician sade.png ṣādē papiro (planta) ts צ,ץ ص،ض Ϡϡ TSts Цц, Чч
Phoenician qof.png qōph buraco de uma agulha q ק Ϙϙ Qq Кк
Phoenician res.png rēš cabeça r ר Ρρ Rr Рр
Phoenician sin.png šin dente s ש س،ش Σσς Ss Сс, Шш
Phoenician taw.png tāw marca t ת ت،ث Ττ Tt Тт

Referências

  1. Fischer, Steven Roger (2004). A history of writing. [S.l.]: Reaktion Books. p. 90 
  2. 2, Sistema de Ensino (2014). SIM - Sistema de Ensino - 6° Ano 2. [S.l.]: EDITORA FTD S.A. 
  3. Jensen (1969) p. 256.
  4. Markoe (2000) p. 111

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.