F

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja F (desambiguação).
Disambig grey.svg Nota: "F#" redireciona para este artigo. Para F#, veja F Sharp.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
F f
éfe, fê
A letra nas versões de fôrma e cursiva, minúsculas e maiúsculas.
Sistema de escrita alfabeto latino
Representações alternativas
Alfabeto fonético da OTAN foxtrot
Código Morse ··–·
Código internacional de navegação marítima ICS Foxtrot.svg
Telégrafo óptico Semaphore Foxtrot.svg
Braille Braille F6.svg
Alfabeto manual estadunidense Sign language F.svg

F (éfe, plural "efes" ou "ff") é a sexta letra do alfabeto latino básico.

História[editar | editar código-fonte]

Pesquisadores argumentam que sons como o "f" e "v" não faziam parte da linguagem humana até que a agricultura apareceu durante a era neolítica. A agricultura, dizem eles, permitia que os humanos comessem alimentos moles, o que mudou a maneira como suas mandíbulas se desenvolveram ao longo da vida, que os tipos de sons que suas bocas eram capazes de produzir..[1]

A letra F tem suas origens na letra fenícia waw, cuja forma acredita-se que representaria um prego ou gancho. Este mesmo sinal do sistema de escrita fenício deu origem a outras letras do alfabeto latino, como U, V, W e Y. Supõe-se que a letra waw correspondia a uma consoante aproximante labiovelar sonora, representada no alfabeto fonético internacional por [w].

Os gregos do período arcaico adotaram uma variante dessa letra (à qual deram o nome de digama) provavelmente para representar o mesmo som.

No alfabeto grego clássico, o digama já não era mais encontrado, tendo permanecido apenas o seu uso na representação do valor numérico 6.[2]

O digama voltaria a ser usado como letra pelos etruscos,[3] tendo a partir daí passado aos romanos, com os quais ganhou a forma que conhecemos hoje.[4]

Hieroglífico egípcio
Maza
Proto-Semítico
W
Fenício
W
Grego
Digamma (W)
Etrusco
W
Latim
F
T3
Proto-semiticW-01.png PhoenicianW-01.png 40px EtruscanF-01.svg RomanF-01.png

Na pronúncia restaurada do latim clássico, considera-se que a letra F representava a consoante fricativa labiodental surda [f], o mesmo som representado atualmente por esta letra no português e em outras línguas românicas, como o espanhol, o francês e o italiano.

Códigos[editar | editar código-fonte]

No sistema ortográfico da Língua Portuguesa (Do Brasil), o F representa a consoante fricativa labiodental surda [f].

Significados de F[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre F
Wikcionário
O Wikcionário tem os verbetes f e F.

Referências

  1. Gutman, Rachel (14 de março de 2019). «How 'F' Sounds Might Break a Fundamental Rule of Linguistics». The Atlantic (em inglês). Consultado em 19 de março de 2019 
  2. Lawrence Lo. «Ancient Scripts:Greek». Consultado em 18 de março de 2011. Arquivado do original em 27 de Fevereiro de 2009 
  3. Lawrence Lo. «Ancient Scripts:Etruscan». Consultado em 18 de março de 2011 
  4. Lawrence Lo. «Ancient Scripts:Latin». Consultado em 18 de março de 2011