ß

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Eszett)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o Eszett alemão. Para a letra grega parecida, veja Beta. Para o caráter do AFI β, veja Fricativa bilabial sonora.
ß
A letra ß em fontes diferentes
ſ, s, ſs e ſʒ no registro imperial dos dez círculos imperiais de 1532 (Wikisource)

O caractere (letra maiúscula) ou ß (minúscula), denominado eszett [IPA[ɛsˈt͜sɛt]] ou scharfes S,[1][2] é uma letra do alfabeto alemão. Ele é também chamado coloquialmente como "Doppel-S" (nesse sentido, apenas ocasionalmente na Suíça), "Buckel-S", "backpack-S", "Dreierles-S" ou às vezes chamado erroneamente de "Ringel-S", que é outra variante de "S". É esteticamente semelhante, embora não idêntica, à letra beta (Β, β) do alfabeto grego, mas não deve ser confundida com esta última, por representarem sons diferentes.[3]

O ß é usado para reproduzir a fricativa alveolar surda (IPA[s]). É a única letra do sistema de escrita latino que hoje é usado exclusivamente para escrever línguas alemães e seus dialetos, por exemplo, no padrão ortográfico alemão padrão e, em algumas ortografias do baixo-alemão, assim como no passado, também em algumas ortografias sérvias.

Historicamente, o ß na língua alemã é baseado em uma ligadura do s longo (langen ſ) e z.[4] Significativa para a forma do ß nas fontes Antiqua de hoje foi, no entanto, uma ligadura de ſ longo e s redondo, que continuou até o século XVIII.[5]

O ß é usado hoje apenas quando se escreve em alemão e baixo alemão, mas não na Suíça[6] e no Liechtenstein. Falantes nativos de alemão na Bélgica,[7] Dinamarca (Schleswig do Norte),[8] Itália (Tirol do Sul)[9] e Namíbia[10] usam o ß em seus textos escritos de acordo com as regras de ortografia aplicáveis na Alemanha e na Áustria. O mesmo procedimento é seguido no Luxemburgo.[11]

O ß também foi usado nos textos medievais e nos primeiros tempos modernos como uma abreviação da moeda xelim.[12]

Características[editar | editar código-fonte]

O eszett representa o fonema [s] em palavras como Straße (rua) ou Fuß (pé). Sua origem tipográfica não é a ligadura das letras que hoje representa em alemão (s longo medial e s curto final), mas sim a ligadura na escrita gótica das letras "s" e "z", vindo daí a origem de seu nome (eszett no idioma alemão significa "s-z"). Existe tanto na forma maiúscula como minúscula, caso for escrito em caps lock, a palavra inteira.[13] Outro exemplo é a letra antigamente usada na língua guandesa, kra (ĸ). Recentemente significa e foi substituída por dois 'ss'.

É utilizada unicamente na língua alemã, embora na Suíça e em Liechtenstein não seja nem oficial nem extraoficialmente utilizada, utilizando-se em seu lugar o "ss" ou o "sz".[14] Com a reforma ortográfica da língua alemã em 1996, o ß desapareceu em posição depois de vogal tónico convertendo-se em ss, como em Schloß, transformado em Schloss (castelo) e bißchen, que se tornou bisschen (pouquinho).

No teclado em português[editar | editar código-fonte]

No teclado configurado para português, o eszett é obtido pressionando Alt+0223 ou Alt+225 (Windows) ou Ctrl+Shift+U 1E9E (Linux).

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre ß
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.