O

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O
Alfabeto latino básico
  Aa Bb Cc Dd  
Ee Ff Gg Hh Ii Jj
Kk Ll Mm Nn Oo Pp
Qq Rr Ss Tt Uu Vv
  Ww Xx Yy Zz  

A letra O (ô ou ó) é a décima quinta letra do alfabeto latino.

História[editar | editar código-fonte]

Tem sua origem no ain dos fenícios que era representado pelo desenho de um olho (ain em fenício). Os gregos possuíam duas versões para a letra: o ómega que era usado para representar o som de o longo, e o omícron (Ο ο) usado para designar o som de o breve. Desde seu surgimento, a letra O manteve sua forma aproximada de um círculo.

Tipografia[editar | editar código-fonte]

Fonética e códigos[editar | editar código-fonte]

Representações alternativas de O
Alfabeto radiotelefónico Código Morse
Oscar –––
ICS Oscar.svg Semaphore Oscar.svg O
Código internacional de sinais Telégrafo óptico Braille

Em português, a letra O pode ter os valores fonéticos [o] (semi-cerrada), como em bolo; [ɔ] (semi-aberta), como em cobra; [u] como em pato, ou [õ] (semi-cerrada nasal), como em orações ou ontem.

Significados de O[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Commons Imagens e media no Commons
  • Em química, O é símbolo do elemento oxigênio;
  • Em português, o pode ser:
    • Artigo definido masculino singular;
    • Pronome pessoal oblíquo da terceira pessoa do singular;
    • Pronome demonstrativo equivalente a "aquele";
    • Com acento agudo (ó), interjeição usada em vocativos.