Espinheira-santa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaEspinheira-santa
Maytenus ilicifolia.jpg
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Celastrales
Família: Celastraceae
Género: Maytenus

A espinheira-santa (Maytenus ilicifolia) é uma planta da família Celastraceae. Em jardins externos alcança o porte de árvore, com até três metros de altura. Em vasos grandes, em varandas, atinge até um metro.

Popularmente conhecida como espinheira-santa, espinheira-divina, maiteno, salvavidas, sombra-de-touro, erva-cancerosa, congorça, cancerosa, cancorosa, espinho-de-deus, e congorça.[1]

É considerada planta medicinal de Santa Catarina conforme lei nº 15.674, de 15 de dezembro de 2011.[2]

Espécies com o mesmo nome popular[editar | editar código-fonte]

Usos[editar | editar código-fonte]

É prescrita pela medicina popular no combate aos problemas de acidez estomacal, pois acalma as dores das úlceras e evita a fermentação e a formação de gases. É utilizada também em banhos como cicatrizante das inflamações da pele (acne, eczema, herpes).

Importância Ecológica: Adapta-se melhor ao longo de riachos e campos pedregosos. Espécie pioneira tardia.

Referências

  1. CAMPOS, 2003
  2. Assembleia Legislativa de Santa Catarina [LEI Nº 15.674, de 15 de dezembro de 2011 LEI Nº 15.674, de 15 de dezembro de 2011] Verifique valor |url= (ajuda)  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  3. ESALQ
Ícone de esboço Este artigo sobre rosídeas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.