Esqueneu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esqueneu (Schoeneus), na mitologia grega, é um filho de Atamante e um dos possíveis pais de Atalanta.

Depos que Atamante foi banido da Beócia, perguntando ao deus onde devia morar, recebeu do oráculo a instrução que deveria morar onde ele fosse alimentado por animais selvagens; ele encontrou um grupo de lobos devorando ovelhas, mas quando os lobos o viram, fugiram, deixando a sua presa.[1] Atamante se estabeleceu neste lugar, chamou-o de Athamantia, casou-se com Temisto, filha de Hipseu, e teve mais quatro filhos, Leucon, Erythrius, Esqueneu e Ptous.[1]

Em Pseudo-Apolodoro, na lista dos caçadores ao Javali Calidônio[2] e na lista dos argonautas,[3] Atalanta é mencionada apenas como filha de Esqueneu, mas em outro trecho, Pseudo-Apolodoro apresenta várias possibilidades para quem seria o pai de Atalanta.[4]

Referências

Árvore genealógica baseada em Pseudo-Apolodoro. Por simplificação, demais esposas de Atamante não foram representadas:

Éolo
Enarete
Hipseu
Atamante
Temisto
Frixo
Hele
Learco
Melicertes
Leucon
Erythrius
Esqueneu
Ptous
Atalanta