Estakazero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Estakazero
Informação geral
Origem Salvador -  Bahia
País  Brasil
Gênero(s) Forró pé-de-serra/Forró universitário
Período em atividade 2001 – atualmente
Gravadora(s) Leke Empreendimentos Artísticos Ltda.
Página oficial www.estakazero.com.br
Integrantes Léo Macedo
Luciano Campos
Arthur
Márcio Oliwer
Teco Viana

Estakazero é uma banda brasileira de forró criada em Salvador na Bahia pelo cantor e instrumentista Léo Macedo, junto a Kel Mascarenhas. Na estrada desde o ano de 2001, o grupo, genuinamente baiano, há quatorze anos, leva a essência do forró tradicional e incrementa com modernidade, mesclando todas as vertentes do Forró. As marcas da cultura nordestina estão presentes não apenas no som da sanfona e no toque do triângulo, mas também na escolha dos cenários e dos figurinos das apresentações. No repertório, ritmos como o baião, o galope, o arrasta pé e o xote, além de influências do reggae, se unem ao tradicional forró pé-de-serra em um som próprio e carregado da herança sertaneja que, aliado à voz marcante de Leo Macêdo, tornou-se referência para bandas de forró em todo o Brasil.

“É um ritmo que agrega emoção, diversão e romantismo, com o espírito simples e gostoso do triângulo, da zabumba e do acordeon”, define Léo Macedo. O forró da Estakazero se destaca porque consegue mesclar o moderno e o inovador, com as raízes tradicionais da cultura nordestina. Nas suas letras, nos arranjos das musicas, no figurino e na cenografia dos shows, a banda mostra a essência do que representa o nordestino, desmitificando o estereótipo de um povo sofredor, e ressaltando, sobretudo, a alegria de viver, em um estilo musical que ultrapassou as fronteiras regionais e conquistou todo o país. A banda começou com pequenas apresentações em clubes, formaturas e praças, e em pouco tempo, começou a despontar no cenário musical soteropolitano, conquistando projetos fixos nas melhores casas noturnas da cidade e shows pelo interior do estado.

No seu primeiro São João, já em 2002, a Estakazero realizou nada menos que 42 shows somente no mês de junho. E assim, seguiu na estrada até o marcante São João de 2003, quando a banda comprovou que o forró baiano tem originalidade e autenticidade. Foi neste período que a Estakazero lançou o primeiro CD intitulado “Botando o Pé na Estrada” pela LEKE Empreendimentos Artísticos, com os hits “Algo Especial”, “Janaína”, e o primeiro grande sucesso, “Encosta N´Eu (Deixa Doido Eu)”. A canção foi umas das músicas mais executadas pelas rádios baianas durante o período junino. Pouco tempo depois "Sapatilha 37", "Algo Especial" e "Xote Brasileiro" (esta última que conta com a participação especial do cantor Flávio José), também foram bem trabalhadas no cenário musical.

Já o segundo trabalho Lua Minha, lançado em 2005, o xote "Vou Lembrar" e a música que deu nome ao disco foram grandes novidades do álbum. Outros sucessos foram "Inovação", que mesclou o forró com o reggae em uma homenagem aos dois principais artistas dos gêneros: Luiz Gonzaga e Bob Marley, "De Frente Pro Mar" e "Náufrago Ilhado", esta última, regravada recentemente pelo cantor sertanejo Leonardo. Os dois discos somados venderam mais de 100 mil cópias e possuem um repertório bastante conhecido.

Em 2006, a Estakazero decidiu gravar seu primeiro DVD na casa de shows Wet'n Wild em Salvador. O projeto teve a proposta de mesclar obras do primeiro e do segundo álbum, além de seis músicas inéditas. Assim, despertou o interesse da gravadora multinacional EMI Music, que lançou o DVD e CD ao vivo do grupo em julho do mesmo ano em parceria com a LEKE Produções. Além dos sucessos antigos, o Ao Vivo trazia as inéditas “Sempre Foi Assim” e “Hino Malino”, derrubando as fronteiras regionais e levando o som da banda para todo o Brasil. Posteriormente, em 2007, a Estakazero lançou o seu quarto álbum, chamado Arrastapé Pelas Estrelas também em parceira entre a LEKE e a EMI, nesse disco predominou a influência do arrasta pé e do galope, como na música título do CD e em “Parei no Seu Amor”, além de muitas outras gravações inéditas, a exemplo do xote “Amor Primeiro” e sucessos como "Acorda", "Não Larga", "Ao Som de Um Xote" e "Mais Uma Canção de Amor".

No trabalho “Viva Luiz!”, a Estakazero presta uma justa homenagem ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, com releituras dos grandes sucessos do maior forrozeiro de todos os tempos. Com a participação de artistas da música nordestina como Flávio José, Geraldo Azevedo e Trio Nordestino, interpreta “Riacho do Navio”, “Cintura Fina”, “Xamêgo” e outros sucessos imortalizados na voz do eterno Gonzagão.

“Tá tudo lindo”. O título da oitava canção do mais recente álbum da Estakazero define o atual momento da banda. Batizado com o sugestivo nome “Eu tô bem na fita” (quarta canção do trabalho), o compacto chega ao mercado com a música de trabalho “É hoje”. Mais uma vez, com visão de mercado e de olho no variado gosto musical do público, a banda se apresenta versátil tocando desde o xote, arrasta- pé, até vaneirão.

Sucesso por onde passa e agenda lotada durante todo o ano, a Estakazero é dona de três DVDs, sendo o primeiro intitulado “Estakazero Ao Vivo” e lançado em 2006, o segundo “Dez anos na Estrada”, gravado em 2011 e o terceiro “A Festa começou”, lançando em 2013. Além destes trabalhos, a Estakazero tem em sua discografia os álbuns “Botando o Pé na Estrada” (2003), “Lua Minha” (2005), “Ao vivo”, (2006) “Arrasta-pé pelas Estrelas” (2008), “Viva Luiz!” (2010) “Na Balada”, (2012), e “A Festa começou” (2013). Em 2015, mais uma vez o grupo apresenta um trabalho quase todo autoral.

O grupo é responsável pelo projeto Ensaios de São João, um evento por onde já passaram nomes como Zé Ramalho, Elba Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Saulo e Margareth Menezes. A Estakazero é responsável por outros projetos de sucesso como o Luau Estakazero, que durante cinco anos se consagrou pela inovação de levar o forró às praias em pleno verão de Salvador, quando geralmente impera o axé music. Em 2011, a Estakazero fez uma turnê na Europa quando gravou em Paris (França) e no Porto (Portugal) os clipes das canções “Nave” e “Quando a gente ama” .   

Influências[editar | editar código-fonte]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Botando o Pé na Estrada - 2003 (Leke Empreendimentos Artísticos)
  1. Sapatilha 37
  2. Botando o Pé Na Estrada
  3. Algo Especial
  4. Encosta N'eu
  5. Querer
  6. Xote Brasileiro
  7. Tentação
  8. Vem Viver
  9. Vou Voar
  10. Xote Brasileiro Part. Especial Flávio José
  11. Roda da Vida
  12. Janaína
  • Lua Minha - 2005 (Leke Empreendimentos Artísticos)
  1. Inovação
  2. Lua Minha
  3. De Frente Pro Mar
  4. Náufrago Ilhado
  5. Vou Lembrar
  6. Aldeia
  7. Olhos Perdidos
  8. Desencontros
  9. Onda que Traz
  10. Tô Acanhado
  11. Olhar de Poeta
  12. Débora
  13. Encosta N'eu
  14. O Som da Chapada
  • Estakazero Ao Vivo - 2006 (EMI Music/LEKE Empreendimentos Artísticos)
  1. Botando o Pé Na Estrada
  2. Encosta N'eu
  3. Sapatilha 37
  4. Inovação
  5. De Frente Pro Mar
  6. Lua Minha
  7. Feed Back
  8. Sempre Foi Assim
  9. Volte Logo
  10. Algo Especial
  11. Aldeia
  12. Hino Malino
  13. Vou Lembrar
  • Arrastapé Pelas Estrelas - 2007 (Leke Empreendimentos Artísticos)
  1. Acorda
  2. Quando Você Chegar
  3. Ao Som de Um Xote
  4. Arrastapé Pelas Estrelas
  5. Amor Primeiro
  6. Vestido de Estrelas
  7. Rosa Chá
  8. Parei No Seu Amor
  9. Não Larga
  10. Quase um Rio
  11. Mais Uma Canção de Amor
  12. Fogos Fogueira
  13. Pensando em Você
  14. Te Levar Pro Mar
  15. Encosta N'eu
  • Viva Luiz! - 2010 (Leke Empreendimentos Artísticos)
  1. O Fole Roncou (Nelson Valença e Luiz Gonzaga)
  2. No Meu Pé de Serra (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira) Part. Especial Adelmario Coelho
  3. Retrato de um Forró (Luiz Gonzaga e Luiz Ramalho) Part. Especial Trio Nordestino
  4. Sanfoneiro Macho (Luiz Gonzaga e Onildo Almeida)
  5. Riacho do Navio (Luiz Gonzaga e Zé Dantas) Part. Especial Flávio José
  6. Tá Bom Demais (Onildo Almeida e Luiz Gonzaga) Part. Especial Targino Gondim
  7. Respeita Januário (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira) Part. Especial Zelito Miranda
  8. Xamego (Luiz Gonzaga e Miguel Lima) Part. Especial Geraldo Azevedo
  9. Cintura Fina (Zé Dantas e Luiz Gonzaga) Part. Especial Renato Fechine
  10. Aproveita Gente (Onildo Almeida)
  11. Quero Chá (Luiz Gonzaga e José Marcolino)
  12. Fogo Sem Fuzil (Luiz Gonzaga e José Marcolino)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.