Estaleiro Imperial de Wilhelmshaven

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estaleiro Imperial de Wilhelmshaven
Gravura do estaleiro em 1894, por Fritz Stoltenberg.
Nome(s) anterior(es) Estaleiro Real (1853–1869)
Estaleiro Naval da Confederação da Alemanha do Norte (1869–1871)
Atividade Construção naval
Fundação 1853
Encerramento novembro de 1918
Sede Wilhelmshaven, Prússia,
 Alemanha
Sucessora(s) Reichsmarinewerft Wilhelmshaven

O Estaleiro Imperial de Wilhelmshaven (em alemão: Kaiserliche Werft Wilhelmshaven) foi um estaleiro alemão sediado exclave prussiano de Wilhelmshaven. Foi fundado em 1853 com o nome de Estaleiro Real em um acordo entre o Grão-Ducado de Oldemburgo e o Reino da Prússia, porém inicialmente serviu apenas como arsenal, depósito e instalação de reparos para a marinha prussiana. O estaleiro foi oficialmente inaugurado pelo rei Guilherme I da Prússia em 1869 sob o nome de Estaleiro Naval da Confederação da Alemanha do Norte, assumindo seu nome final três anos depois com a fundação do Império Alemão. Ele foi expandido durante o reinado do imperador Guilherme II da Alemanha e tornou-se o principal estaleiro do país, porém foi fechado em 1918 com o final da Primeira Guerra Mundial. Foi refundado no ano seguinte como Reichsmarinewerft Wilhelmshaven.[1][2]

Referências

  1. Koop, K. G.; Galle, F. Klein (1982). Von der Kaiserlichen Werft zum Marinearsenal. Munique: Bernard & Graefe. ISBN 3-7637-5252-8 
  2. Hansen, H. J. (1973). Die Schiffe der Deutschen Flotten 1848 – 1945. Oldemburgo: Gerhard Stalling AG. ISBN 3-7979-1834-8 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.