Eutelsat I F1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eutelsat I F1
Localização orbital 13° E
Lançamento 16 de junho de 1983 (36 anos)
Veículo Ariane 1
Operador União EuropeiaESA
FrançaEutelsat
Vida útil 7 anos
Fabricante British Aerospace
Cobertura Europa
Órbita Geoestacionária
Peso 1.158 kg
Designação COSPAR 1983-058A

O Eutelsat I F1 (anteriormente chamado de ECS-1) foi um satélite de comunicação geoestacionário europeu construído pela British Aerospace (BAe), ele esteve localizado na posição orbital de 13 graus de longitude leste e foi operado inicialmente pela Agência Espacial Europeia (ESA) e posteriormente pela Eutelsat, empresa com sede em Paris. O satélite foi baseado na plataforma ECS-Bus e sua expectativa de vida útil era de 7 anos.[1] O mesmo saiu de serviço em dezembro de 1996 e foi enviado para uma órbita cemitério.[2]

História[editar | editar código-fonte]

A Organização Europeia de Telecomunicações por Satélite (Eutelsat) tem tido a manutenção da comunidade europeia desde 1977, sendo formalmente criada por um acordo multilateral em 1985.

Em 1979, a ESA decidiu projetar, construir e lançar cinco satélites ECS (European Communication Satellite) a ser assumido pela Eutelsat após o final dos testes em orbita. Naquela época, o nome de cada sonda foi mudado para Eutelsat I F1, Eutelsat I F2, Eutelsat I F4 e Eutelsat I F5. Dos cinco satélites ECS, quatro foram lançados com sucesso (1983, 1984, 1987 e 1988) e transferidos para a Eutelsat. O ECS-3 foi perdido em um foguete Ariane 3 num acidente de lançamento em 1985.

Os satélites ECS foram derivados dos satélites OTS (OTS-1 e OTS-2), mas com uma massa inicial na estação de aproximadamente 700 quilogramas. A carga incluía doze (incluindo duas peças de reposição) transponders de 14/11 GHz com potência de 20 W de saída para uma capacidade de 12.000 circuitos telefônicos ou 10 canais de televisão. Dois painéis solares com uma extensão de 13,8 m, para 1 kW de energia elétrica para o satélite de 2,2 m por 2,4 m. Com uma vida útil prevista de até sete anos, no final de 1994, três satélites ECS/Eutelsat ainda estavam operacionais em 21,5 graus leste, 25,5 graus leste e 48 graus leste, embora o Eutelsat I F1 oferecia serviço limitado, devido à sua inclinação de mais de 4,5 graus.[1]

O satélite Eutelsat I F1 não foi tão eficiente quanto outros satélites da série. Ele só poderia usar apenas 6 transponders durante os eclipses.[2]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O satélite foi lançado com sucesso ao espaço no dia 16 de junho de 1983, por meio de um veículo Ariane 1 a partir do Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa, juntamente com o satélite AMSAT-P3B. Ele tinha uma massa de lançamento de 1.158 kg.[1][2]

Capacidade e cobertura[editar | editar código-fonte]

O Eutelsat I F1 era equipado com 10 (mais 2 de reserva) transponders em banda Ku que prestavam serviços a Comunidade Europeia.[1][2]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «ECS 1, 2, 3, 4, 5 (Eutelsat-1 F1, 2, 4, 5)» (em inglês). Gunter's Space Page. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
  2. a b c d «Eutelsat 1F1» (em inglês). TSE. Consultado em 27 de fevereiro de 2014