F-105 Thunderchief

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Republic F-105D-30-RE (SN 62-4234) in flight with full bomb load 060901-F-1234S-013.jpg

F-105 Thunderchief foi um caça-bombardeiro supersônico usado pelos Estados Unidos na Guerra do Vietnã. O jato de combate, capaz de alcançar velocidade Mach 2, foi utilizado principalmente para bombardeios do Vietnã do Norte nos primeiros anos da guerra.

Desenvolvimento

  • Na época em que o F-84F estava entrando em serviço, a Republic, que havia conseguido grande reputação com os seus P-47 thunderbolt e F-84E Thunderjet, já começava a estudar o seu substituto. Esta aeronave teria por missão básica o ataque nuclear e convencional tático em quaisquer condições meteorológicas, de dia ou de noite, e também um grande raio de ação e alta velocidade.foram contratados 2 protótipos em 1954, com o 1º voo previsto para meados de 1955, mas devido a uma motorização medíocre estes protótipos não foram concluídos; Logo depois, já com a motorização do J-75, conclui-se os protótipos YF-105B,que entraria em serviço em 1958, ou seja, com mais de 3 anos de atraso; Apesar de nãos serem bipostos, o F-105B deu lugar já em 1960 ao F-105D, que tinha entre outras melhorias, o mais potente motor J75-19W, de 11,113kg, contra os originais 10,660kg, o novíssimo radar NASARR mono pulso e sistema Doppler, de navegação sobre o terreno. Foi com este modelo que os pilotos americanos entraram na guerra do Vietnã; Era popularmente chamado de 'Thud' por seus tripulantes e mecânicos.
  • foi adaptado para carregar mais poder de fogo em bombas comuns que os bombardeiros B-17 e B-29 da Segunda Guerra Mundial e foi a aeronave de combate mais usada para os bombardeios sobre o Vietnã nas primeiras fases da guerra. Durante a guerra, 386 deles foram derrubados ou avariados, de um total de 833 produzidos, com a morte de 62 tripulantes, e apesar de ter menos maleabilidade e agilidade que os pequenos MiG de interceptação dos norte-vietnamitas, o avião demonstrou o poder de fogo de seus canhões na guerra aérea, abatendo 27 aviões inimigos.

Operações

  • Durante a Guerra do Vietnã, o F-105F, que eram uma encomenda especial da USAF feita em 1962 de 143 aeronaves novas biplaces se mostrou o mais eficiente avião norte-americano no combate a defesas antiaéreas, sendo o responsável por combater diretamente as plataformas de mísseis antiaéreos dos norte-vietnamitas, enquanto os demais bombardeiros realizavam suas missões tentando evitar artilharia antiaérea. Eram os primeiros a entrar sobre a área alvo inimiga e os últimos a saírem. Podiam levar os míssesi AGM-45 Shrike, que eram muito problemáticos, pois bastavam os norte-vietnamitas desligarem os radares para os mísseis "esquecerem" da sua posição e errarem o alvo. Devido a isto, a maioria dos ataque foi realizado com bombas de 454kg e 943kg, desta forma, eliminado totalmente o alvo, já que o AGM-45 só destruia a antena. Podia também levar o AGM-12 Bullpup, mas a aeronave precisava "iluminar" todo o tempo a direção do míssil, o que o tornava muito vulnerável. Apesar de seu peso de 23,874kg, a aeronave podia voar à velocidade do som ao nível do mar e em Mach 2, o dobro, em grande altitude, levando 6.700kg de bombas e mísseis. Nos últimos anos da guerra, o F-105G, a versão mais completa para combate as baterias de misseis SAM, equipada com contramedidas passivas e ativas de alerta e ataque a radares. mas com capacidade de ataque convencional, foi substituído pelas versões do F-4 Phantom II e pelo F-111, mas permaneceu em serviço na frota área norte-americana até 1984.

Bibliografia (em inglês)[editar | editar código-fonte]

  • Hobson, Chris. Vietnam Air Losses, USAF, USN, USMC, Fixed-Wing Aircraft Losses in Southeast Asia 1961–1973. North Branch, Minnesota: Specialty Press, 2001. ISBN 1-85780-1156.
  • Kinzey, Bert. F-105 Thunderchief. Fallbrook, California: Aero Publishers Inc., 1982. ISBN 0-8168-5020-8.
  • Neubeck, Ken. F-105 Thunderchief In Action. Carrollton, Texas: Squadron/Signal Publications, 2002. ISBN 0-89747-447-3.
  • Neubeck, Ken. "F-105 Thunderchief Walk Around". Carrollton, Texas: Squadron/Signal Publications, 2000. ISBN 0-89747-418-X.
  • Richardson, Doug. Republic F-105 Thunderchief (Classic Warplanes). New York: Smithmark Publishers Inc., 1992. ISBN 0-8317-1410-7.
  • Armas de guerra, Vol 5, Abril Coleções, Brasil,2010. ISBN 978-85-7971-141-1