Fran Bošnjaković

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fran Bošnjaković
Nascimento 12 de janeiro de 1902
Zagreb
Morte 1 de outubro de 1993 (91 anos)
Stuttgart
Alma mater Universidade Técnica de Dresden
Ocupação físico, engenheiro
Empregador Universidade de Zagreb, Universidade de Tecnologia de Braunschweig, Universidade de Belgrado

Fran Bošnjaković (Zagreb, 12 de janeiro de 1902Stuttgart, 1 de outubro de 1993) foi um físico croata, que pesquisou principalmente sobre termodinâmica técnica.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Filho do químico e empresário (1865–1907), estudou a partir de 1919 construção naval e engenharia mecânica na Universidade Técnica de Zagreb (TH Zagreb), onde foi aluno de, dentre outros, Stephen Timoshenko e Leopold Sorta (1891–1956). Em 1922 foi para a Universidade Técnica de Dresden (TH Dresden), onde também trabalhou Leopold Carl Friedrich Merkel. De 1926 a 1928 foi assistente na TH Zagreb. Em 1928 obteve um doutorado na TH Dresden, com a tese Brennstoffanalyse mit Bombe, Manometer und Orsatapparat. Foi depois até 1933 wissenschaftlicher Mitarbeiter de Richard Mollier, com quem obteve em 1931 a habilitação com o trabalho Stoff- und Wärmeaustausch zwischen Dampf und Flüssigkeit.

Em 1933 foi professor na Universidade de Belgrado e em 1936 professor na Universidade de Zagreb.

Casou em 1935 em Belgrado com Zlata Luburic, com quem teve os filhos Srećko Bošnjaković (1937–2014; engenheiro[1]) e Branko Bošnjaković.

De 1942 a 1945 foi presidente da Associação Croata de Engenharia. Em 1945 foi repetidamente preso pelos comunistas e condenado a trabalhos forçados. Na primavera de 1947 foi reabilitado e nomeado reitor da Universidade de Zagreb em 1951/1952.

Em 1953 a Universidade Técnbica de Braunschweig nomeou-o professor (como sucessor de Ernst Schmidt) de termodinâmica (Instituto de Engenharia Térmica e Laboratório de Máquinas). Foi eleito presidente do comitê de pesquisa de calor da Verein Deutscher Ingenieure (VDI).

De 1961 a 1968 foi professor de termodinâmica na Universidade Técnica de Stuttgart. Seus alunos de Braunschweig Wolfgang Springe (1925-1996), Klaus Winkler (nascido em 1930 em Bennungen) e Klaus-Jürgen Mundo (1929-2016) o seguiram; também foram para lá Tarit Kumar Bose (* 1938), Klaus Penski (* 1931), Johann Algermissen (1928-2007), Hans Beer (* 1932) e Knoche.[2] Em 1 de abril de 1961 fundou o Institut für Thermodynamik der Flugtriebwerke inicialmente em uma cabana de madeira.

Trabalho[editar | editar código-fonte]

Franjo Bošnjaković deu sequência aos trabalhos de Rudolf Plank bem como de Mollier e Adolph Nägel em processos de combustão e parâmetros de combustível. Interessava-lhe cultivar bolhas de vapor, frequência de formação de bolhas e sua taxa de aumento. Na década de 1920 realizou pesquisas com Merkel sobre misturas de substâncias duplas. Como George Hartley Bryan, enfatizou o conceito de energia disponível para aplicações técnicas desde 1938 e demonstrou isso com muitos exemplos. Seu ex-colega de cela Zoran Rant (que lidou com o Processo Solvay) generalizou essas considerações e introduziu a partir de 1953 os termos exergia (para habilidade de trabalho técnico) e anergia, que formulam afirmações claras e memoráveis da Segunda lei da termodinâmica.[3]

Recebeu a Medalha Grashof de 1969.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Verdampfung und Flüssigkeitsüberhitzung; 1930
  • com F. Merkel: Diagramme und Tabellen zur Berechnung der Absorptions-Kältemaschinen; 1930
  • Kampf den Nichtumkehrbarkeiten; In: Archiv für Wärmewirtschaft und Dampfkesselwesen. Zeitschrift für Energiewirtschaft, Band 19; 1938
  • com Karl Schiebl (Oberingenieur, Nienburg/Saale): Wärmewirtschaft in der Zuckerindustrie; 1939
  • Güte von Wärmeanlagen und die Leistungsregeln; 1939
  • com M. Viličić, B. Slipčević: Einheitliche Berechnung von Rekuperatoren; 1951
  • Maschinenbau; 3 Bände
  • Technische Thermodynamik; 2 Teile (com Karl-Friedrich Knoche)
  • Nauka o toplini, svezak prvi, drugi i treći
  • com U. Renz, P. Burow: Mollier Enthalpy, Entropy Diagram of Water; 1970
  • Zur Thermodynamik des Sonnenkollektors; 1981
  • Wärmediagramme für Vergasung, Verbrennung und Rußbildung

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências