Francisco Pinto da Fontoura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francisco Pinto da Fontoura
Nascimento Alegrete
Cidadania Brasil
Ocupação escritor, poeta

Francisco Pinto da Fontoura, o Chiquinho da Vovó (Rio Pardo, 1816, ) foi um militar, poeta e compositor brasileiro, autor da letra atual do Hino Rio-Grandense.

Nasceu em 09/12/1816 Francisco Pinto da Fontoura, é filho natural do Cadete Francisco Pinto da Fontoura,então solteiro, e de Maria Ignacia; neto pela parte paterna do Tenente-Coronel Antonio Pinto da Fontoura e de sua mulher Dona Ana Joaquina das Dores, nascido e batizado em Rio Pardo.

Foram seus padrinhos seu avô paternos, o Tenente Coronel Antônio Pinto da Fontoura e D.Maria Angélica da Fontoura Corte Real.

Casou-se em 8/07/1846 com D.Leopoldina Ourique da Fontoura.

Morreu, vítima de homicídio, em 30/10/1858, aos 41 anos.

Não foi criado por sua mãe, mas por outra senhora a quem dedicou alguns versos.[1] Sua letra do Hino Rio-Grandense é uma das várias que foram elaboradas depois da Proclamação da República Rio-Grandense, porém é a que se destacou por ter caído no gosto popular.[2][3][4] Sua versão foi finalmente escolhida finalmente por uma comissão abalizada, pouco antes dos festejos do Centenário da Revolução Farroupilha.[4]

Referências