Frederico Trajano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frederico Trajano
Nome completo Frederico Trajano Inácio Rodrigues
Nascimento 25 de março de 1976 (43 anos)
Franca
Nacionalidade Brasileira
Ocupação CEO do Magazine Luiza

Frederico Trajano Inácio Rodrigues (Franca, 25 de março de 1976)[1] é um executivo brasileiro da terceira geração da família que fundou o Magazine Luiza, um dos 10 maiores varejistas do Brasil.

Em 2018, foi considerado o homem do ano em Liderança, pela revista GQ Brasil.[2][3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sobrinho neto da fundadora Luiza Trajano Donato e filho de Luiza Helena Trajano, empresária e executiva há mais de 25 anos à frente do Magazine Luiza, Frederico Trajano atua como CEO da empresa desde 2016.[4][5][6][7][8]

Em 1998, Trajano formou-se em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo, e alguns anos depois, pós graduou-se pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.[9]

Em 2017, Trajano foi considerado um dos 25 melhores CEOs do Brasil pela revista Forbes e eleito o Empreendedor do Ano em E-commerce, pela Revista Isto É Dinheiro.[10]

No mesmo ano, foi eleito "Líder do Brasil" pelo LIDE, maior premiação empresarial do país.[11][12][13]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira posição no Magazine Luiza, Trajano adotou a estratégia de lançar a operação de comércio eletrônico integrada à operação das lojas físicas, prática oposta a do mercado na época.[14][15][16][17]

Três anos depois, Trajano passou a atuar como diretor de vendas de lojas físicas, internet e marketing da companhia. Entre os anos de 2010 e 2015, ele ocupou a posição de diretor de operações que abrangia as áreas de vendas, marketing, logística e tecnologia. [18][16][14]

Durante a sua gestão como diretor de operações, Trajano implementou projetos importantes para a digitalização do Magazine Luiza, como o LuizaLabs, um laboratório de tecnologia e inovação focado em desenvolver projetos para todos os canais de vendas da companhia. [16][14][18] Ele também foi responsável pelo lançamento da Lu, avatar para ajudar os clientes nas vendas online, e o Magazine Você, a primeira operação de varejo do mundo realizada em redes sociais. [19]

Após 13 anos de atuação em diversas posições na companhia, em 2014 Trajano começou a ser preparado pelo presidente executivo da companhia à época, Marcelo Silva, para sua sucessão no controle do Magazine Luiza.[20]

E foi em janeiro de 2016, com foco em transformar um varejo tradicional com atuação digital em uma plataforma digital com pontos físicos, que Frederico Trajano assumiu a posição de CEO da companhia.[21]

Nos 23 primeiros meses de sua gestão, o e-commerce do Magazine Luiza apresentou um crescimento de 50% e representava 30% do faturamento da empresa. Durante o mesmo período, o valor de mercado do Magazine Luiza cresceu 30 vezes.[22]

Ainda durante sua gestão, as ações do Magazine Luiza, foram cotadas como as de maior alta no acumulado 2016-2017, segundo estudo feito pela consultoria Economatica, com mais de 5000 empresas americanas e de seis países da América Latina.[23]

Em 2018, recebeu o prêmio Executivo de Valor, do jornal O Valor, que premia os gestores que se destacaram durante o ano.[24]

Referências

  1. «AOs melhores CEOs do Brasil: Frederico Trajano». UOL. Consultado em 20 de novembro de 2018 
  2. «Com duas novelas e dois filmes no ano, Marina Rui Barbosa é escolhida a mulher de 2018 pela GQ». Gazeta do Povo. 28 de novembro de 2018. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  3. «Fred Trajano fala sobre o desafio nada simples da Magazine Luiza». GQ. 24 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  4. Salomão, Karin (14 de agosto de 2017). «As 22 maiores varejistas do Brasil: Pão de Açúcar perde 1° lugar». Exame. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  5. Marques, José Roberto (11 de abril de 2016). «CONHEÇA A HISTÓRIA DE SUCESSO DE LUIZA HELENA TRAJANO, DA REDE MAGAZINE LUIZA». IBC. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  6. Caixeta, Nely (17 de agosto de 2011). «Dona Luiza Helena Trajano». Exame. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  7. «Os 25 Melhores CEOs do Brasil». Forbes. 27 de julho de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  8. Dos Santos, Aline Lilian (1 de junho de 2016). «REVOLUÇÃO DIGITAL». Forbes. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  9. «Frederico Trajano, CGAE 1998. Diretor Executivo Magazine Luiza». FGV. 25 de agosto de 2015. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  10. «Dos 25 melhores CEOs do Brasil em 2017, segundo a Forbes, só um é do Paraná». Gazeta Do Povo. 27 de julho de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  11. «PRÊMIO LÍDERES DO BRASIL». Lide. 11 de dezembro de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  12. Heidegger, Ricardo (13 de dezembro de 2017). «Prêmio Líderes do Brasil 2017 homenageia setor de varejo». emobile. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  13. «Líder do Ano! CEO do grupo Magazine Luiza, Frederico Trajano, recebe o Prêmio Líderes do Brasil 2017». Estilo AP. 13 de dezembro de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  14. a b c Toni Sciarreta (18 de novembro de 2015). «Filho de fundadora, novo chefe do Magazine Luiza priorizará meio digital». Folha de SP. Consultado em 30 de julho de 2018 
  15. Mariana Scaramuzo (5 de setembro de 2017). «Sob gestão de herdeiro valor de mercado do magazine luiza cresce mais de 30 vezes». Estado de SP. Consultado em 30 de julho de 2018 
  16. a b c «Frederico Trajano fala sobre crise e e-commerce». E-commerce Brasil. 24 de novembro de 2015. Consultado em 30 de julho de 2018 
  17. «Trajano marca se constroi com bom servico». SBVC. 3 de outubro de 2017. Consultado em 30 de julho de 2018 
  18. a b «Frederico Trajano tem conduzido o Magazine Luiza em tempos de crise». Forbes. 7 de janeiro de 2017. Consultado em 30 de julho de 2018 
  19. «Ele chegou lá fazendo medo». Época Negocios. 25 de março de 2014. Consultado em 30 de julho de 2018 
  20. Scaramuzzo, Mônica (5 de setembro de 2017). «Sob gestão de herdeiro, valor de mercado do Magazine Luiza tem forte crescimento». O Estado de S.Paulo. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  21. RIZÉRIO, LARA (1 de novembro de 2017). «Com alta de 3.360%, Magazine Luiza é a melhor ação entre 5 mil empresas das Américas». InfoMoney. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  22. «Sob gestão de herdeiro, valor de mercado do Magazine Luiza cresce mais de 30 vezes». Época NEGÓCIOS. 9 de maio de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  23. «Magazine Luiza foi a ação com maior rentabilidade na bolsa em 2017». Época NEGÓCIOS. 27 de dezembro de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2018 
  24. «Premiação Executivo de Valor». Valor. 28 de maio de 2018. Consultado em 30 de julho de 2018