Frederico Abragão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frederico Abragão
Nome completo Frederico de Quadros e Abragão
Nascimento
Ovar
Morte 17 de Junho de 1960
Nacionalidade Portugal Portugal
Ocupação Engenheiro, escritor e ferroviário
Empregador Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses

Frederico de Quadros e Abragão, mais conhecido como Frederico Abragão, foi um jornalista, engenheiro e escritor português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal e educação[editar | editar código-fonte]

Natural de Ovar, ingressou na Universidade do Porto, onde foi diplomado em Engenharia civil.[1] Faleceu em 17 de Junho de 1960.[1]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Empregou-se, em 21 de Abril de 1921, na Divisão de Material e Tracção da Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, na posição de engenheiro praticante; logo em 5 de Maio do mesmo ano, no entanto, foi transferido para os Serviços de Via e Obras dos Caminhos de Ferro do Sul e Sueste, onde exerceu o cargo de chefe interino da Divisão de Estudos e Obras Metálicas e Pontes.[1] Em Abril de 1924, foi nomeado como engenheiro de oficina e colocado em Ovar, onde permaneceu até ao ano de 1944, data em que foi promovido para engenheiro chefe do Serviço e transferido para os Serviços Centrais; em 1955, foi nomeado como Chefe do Serviço de Obras Metálicas, e, dois anos depois, tornou-se subchefe da Divisão de Vias e Obras.[1]

Representou, igualmente, a Divisão de Vias e Obras em várias conferências no estrangeiro[1], como a reunião anual da União Internacional de Caminhos-de-Ferro de 1959, em Praga[2], e colaborou na Gazeta dos Caminhos de Ferro[1] e no Boletim da C. P..[3] Também publicou o livro Cem Anos de Caminho de Ferro na Literatura Portuguesa, e o primeiro volume da colecção Caminhos de Ferro Portugueses - Esboço da Sua História; na altura do seu falecimento, encontrava-se ainda a elaborar o segundo volume desta série.[1]

Referências

  1. a b c d e f g «Os nossos mortos: Eng.º Frederico Abragão». Gazeta dos Caminhos de Ferro. 73 (1741). 159 páginas. 1 de Julho de 1960 
  2. «Os nossos colaboradores: Engenheiro Frederico de Quadros Abragão». Gazeta dos Caminhos de Ferro. 72 (1718). 279 páginas. 16 de Julho de 1959 
  3. «A PONTE «MARIA PIA» foi inaugurada há 75 anos». Gazeta dos Caminhos de Ferro. 65 (1557). 327 páginas. 1 de Novembro de 1952 


Ícone de esboço Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.