Fundação Brasileira de Teatro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Fundação Brasileira de Teatro é uma fundação brasileira privada de formação em Artes Cênicas e Artes Plásticas, com sede em Brasília, no Distrito Federal.

Foi fundada em 1955 no Rio de Janeiro pela atriz Dulcina de Moraes, oferecendo cursos de interpretação, direção, cenografia, crítica de arte e extensão cultural. Contou com professores do porte de Ziembinski, Adolfo Celi, Henriette Morineau, Dulcina de Moraes, Maria Clara Machado, Joracy Camargo, Cecília Meireles, Junito de Souza Brandão e Sérgio Viotti. Em 1980 transferiu sua sede para Brasília e adquiriu um estatuto de escola de nível superior, formando a Faculdade de Artes Dulcina de Moraes - Brasília, que oferece cursos de Artes Plásticas e Artes Cênicas e admite alunos através de vestibular.

Hoje a Faculdade de Artes Dulcina de Moraes em Brasília, é uma Fundação, oferece vários cursos superiores como Artes Cênicas, Artes Plásticas, Interpretação Teatral, além de pós-graduação. Tem também o Teatro com dezenas de lugares, ateliê, é muito grande em Brasília, constitui um conglomerado de vários cursos, situados em um prédio de 5 andares e 5000 metros quadrados no SDS - Conic. É avaliada pelo Exame Nacional de Cursos com nota 3, é muito bom. [1] Existe também o Teatro Dulcina de Moraes do Rio de Janeiro - Teatro Dulcina que fica no Rio de Janeiro.</ref> Fundação Brasileira de Teatro - FBT.</ref>[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Faculdade de Artes Dulcina de Moraes - Brasília - Faculdade de Artes Dulcina de Moraes com sede em Brasília. Lembrando que também existe o Teatro Dulcina no Rio de Janeiro.
  2. Manual do Candidato. Fundação Brasileira de Teatro - Faculdade de Artes Dulcina de Moraes. Edital de seleção de 2010
Ícone de esboço Este artigo sobre teatro (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.