Gabriel Perissé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gabriel Perissé
Nascimento 25 de março de 1962 (55 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade  Brasileiro

Gabriel Perissé (Rio de Janeiro, 25 de março de 1962) é um professor, palestrante, tradutor e escritor brasileiro.

Formou-se em letras pela UFRJ em 1985, ano em que foi morar em São Paulo, onde obteve o grau de mestre em Literatura Brasileira (1989) pela USP, estudando a obra do poeta Carlos Nejar.

Defendeu o doutorado em Filosofia da Educação, também na USP, em 2003, analisando o pensamento de Alfonso López Quintás.

Obteve o pós-doutorado em Filosofia e História da Educação, na Unicamp, em 2011, estudando a linguagem educacional brasileira, tendo em vista as obras de quatro escritores: Rubem Alves, Cristovam Buarque, Pedro Demo e Régis de Morais.

Desde 1983 ministra palestras/cursos em escolas e faculdades, empresas e ongs, livrarias, bibliotecas e editoras, sobre temas relacionados à arte de ler, pensar, escrever e ensinar. A partir de 1998 tornou-se professor universitário, ministrando aulas de Comunicação Visual, Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Literatura Infantil, no Centro Universitário São Camilo, na Universidade de Santo Amaro e no Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa. Foi professor do programa de mestrado e doutorado em educação da Universidade Nove de Julho (UNINOVE-SP) entre 2004 e 2011.

Colabora em várias revistas e jornais, algumas com versões eletrônicas, destacando-se o semanário Correio da Cidadania ([1]), a revista Educação ([2]), a revista Língua Portuguesa ([3]) e o portal Observatório da Imprensa ([4]).

Participa do conselho editorial da Editora Mandruvá ([5]), em parceria com várias universidades e instituições brasileiras e estrangeiras, responsabilizando-se diretamente pela Revista Videtur-Letras.

Em 2005 criou, com outros educadores, em São Paulo, o Núcleo Pensamento e Criatividade, em convênio com a Escuela de Pensamiento y Creatividad.

Entre 2014 e 2016 atuou como professor e pesquisador no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Católica de Santos (SP).

Obras[editar | editar código-fonte]

Publicou em 1996 o livro Ler, Pensar e Escrever; em 2000, publicou O Leitor Criativo; Palavras e Origens: Considerações Etimológicas, em 2002; A Arte da Palavra, em 2002; O Professor do Futuro, também em 2002; Filosofia, Ética e Literatura, em 2003; A Arte de Ensinar, em 2004; Elogio da Leitura, em 2005.

Em 2006 lançou três livros: Crônicas Pedagógicas, A Leitura das Entrelinhas e Literatura e Educação. Em 2007, mais três livros: A Leitura Observada e outros Estudos, Os Sete Pecados Capitais e as Virtudes da Educação e Educação, Linguagem e Etimologia, em co-autoria com Jean Lauand e Luiz Costa Pereira Junior.

Em 2008, lançou Introdução à Filosofia da Educação. No início de 2009, publicou dois novos livros: Estética & Educação e O livre-educador. Em 2010, publicou Educar para a liberdade: e outros impossíveis necessários; também em 2010, a Editora Saraiva lançou a segunda edição (revisada e ampliada) do livro Palavras e Origens. Em 2011, saiu a quinta edição do livro Ler, Pensar e Escrever pela Editora Saraiva. Também em 2011, lançou O Valor do Professor, pela Autêntica Editora.

Em 2012 lançou A Palavra é Futuro, na série A Palavra É, pela Editora Gutenberg, do Grupo Editorial Autêntica.

Em 2013, pela Editora Sextante lançou, com Anderson Cavalcante, o livro A Oração de São Francisco, e, pela Editora Eureka!, Ser voluntário: as razões do coração.

Em 2014, publicou o livro Formação integral: educação financeira como tema transversal, pela Editora DSOP.

Traduções[editar | editar código-fonte]

Desde 1987 vem traduzindo livros do espanhol, do francês e do inglês.

Em 1987, publicou-se Aborto e sociedade permissiva, de Pedro-Juan Viladrich, pela Editora Quadrante. Título original da obra em espanhol: Aborto y sociedad permisiva.

Em 1991, Amor e casamento, de Cormac Burke, pela Editora Quadrante. Título original da obra em inglês: Covenanted happiness: love and commitment in marriage.

Em 1992, Olhar para Maria, de Antonio Orozco Delclos, pela Editora Quadrante. Título original da obra em espanhol: Mirar a María.

Em 1993, Que há para além da morte?, de Edouard Clerc, pela Editora Quadrante. Título original da obra em francês: Par delà la mort.

Em 1994, O mistério do Natal, de São João de Ávila, pela Editora Quadrante. Título da obra em espanhol: Sermón del sagrado nacimiento de nuestro señor Jesu christo.

Em 1995, Cartas que você não lerá: a uma filha deficiente, de Rogelio Cenalmor Ramos, pela Editora Quadrante. Título da obra em espanhol: Cartas que tú no leerás.

Em 2005, Descobrir a grandeza da vida, de Alfonso López Quintás, pela ESDC. Título original da obra em espanhol: Descubrir la grandeza de la vida.

Em 2010, Célestin Freinet, de Louis Legrand, pela Editora Massagana / MEC / UNESCO / FNDE. Título original da obra em francês: Célestin Freinet.

Em 2010, Ortega y Gasset, de Juan Escámez Sánchez, pela Editora Massagana / MEC / UNESCO / FNDE. Título original da obra em espanhol: Ortega y Gasset.

Em 2011, Como escrever textos técnicos e profissionais? Todas as orientações para elaborar relatórios, cartas e documentos eficazes, de Felipe Dintel, pela Gutenberg Editora. Título original da obra em espanhol: Cómo escribir textos técnicos y profesionales.

Em 2011, Como escrever diálogos? A arte de desenvolver o diálogo no romance e no conto, de Silvia Adela Kohan, pela Gutenberg Editora. Título original da obra em espanhol: Cómo escribir diálogos.

Em 2011, Como narrar uma história? Da imaginação à escrita: todos os passos para transformar uma ideia num romance ou num conto, de Silvia Adela Kohan, pela Gutenberg Editora. Título original da obra em espanhol: Cómo narrar una historia.

Em 2012, Pequeno tratado sobre a linguagem humana, de David Crystal, pela Editora Saraiva. Título original da obra em inglês: A little book of language.

Em 2013, Sementes de papel, de Bea e Silvia Gil, pela Editora DSOP. Título do original em espanhol: Semillas de papel.

Em 2013, Os segredos da criatividade - técnicas para desenvolver a imaginação, evitar bloqueios e expressar ideias, de Silvia Adela Kohan, pela Gutenberg Editora. Título da obra original em espanhol: Los secretos de la creatividad.

Em 2013, Escrever para crianças - tudo o que é preciso saber para produzir textos de literatura infantil, de Silvia Adela Kohan. Título da obra original em espanhol: Escribir para niños.

Em 2014, Quanto custa uma vaca?, de Robert Marcuse e Aída Marcuse, pela Editora DSOP. Título original da obra em espanhol: Cuánto vale una vaca?.

Em 2014, Como melhorar um texto literário: um manual prático para dominar as técnicas básicas da narração, de Fernando Dintel e Lola Sabarich, pela Gutenberg Editora. Título original da obra em espanhol: Cómo mejorar un texto literário.

Em 2015, O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Éxupery, pela Editora Autêntica. Título original da obra em francês: Le petit prince.

Em 2015, Como encontrar seu estilo de escrever: as chaves para alcançar a expressão pessoal, de Francisco Castro, pela Gutenberg Editora. Título original da obra em espanhol: Cómo encontrar tu estilo literário: todas las claves para alcanzar una expresión personal.

Em 2016, Um quarto na Holanda, de Pierre Bergounioux, pela Editora Nós. Título original da obra em francês: Une chambre en Hollande.

Em 2016, O conhecimento dos valores, de Alfonso López Quintás, pela Editora É Realizações. Título da obra original em espanhol: El conocimiento de los valores.

Em 2016, Discurso da servidão voluntária, de Étienne de La Boétie, pela Editora Nós. Título da obra original em francês: Discours de la servitude volontaire.

Em 2016, A tentação da bicicleta, de Edmondo De Amicis, pela Editora Nós. Título da obra original em italiano: La tentazione della bicicletta.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 1982, 2º lugar no Concurso Universitário José Olympio de Ensaio Literário, José Olympio Editora.

Em 1985, Menção Honrosa no I Festival Nacional de Poesia, Fundação Roberto Marinho - Circo Voador (RJ).

Em 1985, Prêmio Alceu Amoroso Lima, Academia Brasileira de Letras.

Em 1986, Menção Honrosa no Concurso de monografias sobre Fernando Pessoa, Fundação Cultural Brasil-Portugal (RJ).

Em 1987, Menção Honrosa no I Concurso Estadual Aberto de Poesia Universitária.

Em 2014, Prêmio Jabuti - 3º lugar na categoria Didático e Paradidático, CBL - Câmara Brasileira do Livro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]