Gare Montparnasse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paris-Gare Montparnasse
Gare Montparnasse em 2007
Uso atual Estação ferroviária
Estação de metropolitano (Pela estação Montparnasse – Bienvenüe)
Administração SNCF
Linhas Metrô de Paris
4 6 12 13
Ferroviárias
TGV
Intercités
TER
Transilien N
Informações históricas
Inauguração 10 de setembro de 1840 (176 anos)
Localização
Coordenadas 48° 50′ 28″ N, 2° 19′ 14″ E
Localização Place Raoul-Dautry
75015, Montparnasse, Paris, França
Acidente de comboio em 1895

A Estação Montparnasse ou Gare Montparnasse é uma estação de comboios situada na zona de Montparnasse, no 14º arrondissement da Ile-de-France, na França, usada como terminal para as ligações oeste e sudoeste do país, bem como para as ligações de TGV para Tours, Bordéus, Rennes e Nantes. Dispõe também de uma estação de metropolitano e de escadas rolantes de alta velocidade nos acessos.

História[editar | editar código-fonte]

Inaugurada em 1840, foi totalmente renovada entre 1848 e 1852. Na década de 1960, deu-se a integração da estação, após renovação, no complexo de escritórios que acabara de ser construído. Em 1969, a antiga estação foi demolida e a Torre Montparnasse foi construída no local. Em 1990, foi construída uma extensão para abrigar a estação do TGV Atlantique.

Linhas regionais que servem a estação[editar | editar código-fonte]

Estação Montparnasse nos dias atuais

Estação de metropolitano adjacente:

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

A estação é famosa por alguns incidentes:

  • O descarrilamento ocorrido em 22 de Outubro de 1895 no expresso "Paris-Granville". Aparentemente, o maquinista da locomotiva não travou a tempo ao chegar ao interior da estação e embateu contra os bloqueios de linha, arrastando-os cerca de trinta metros, embatendo depois contra a parede exterior do edifício e saltando para fora da estação, a uma distância de cerca de dez metros na praça de Rennes, ficando apoiada na ponta dianteira. Todos os passageiros do comboio que acabara de chegar sobreviveram, mas uma senhora que vendia jornais naquele momento morreu devido aos ferimentos provocados pela queda da parede.

Ver também[editar | editar código-fonte]