George Moore (romancista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Desenho em carvão de George Moore.

George Augustus Moore (24 de fevereiro de 1852 - 21 de janeiro de 1933) foi um romancista, contista, poeta, crítico de arte, memorialista e dramaturgo irlandês. Moore veio de uma família católica romana, dona de terras, que vivia em Moore Hall, em Carra, Condado de Mayo.[1] Originalmente, Moore queria ser um pintor, e estudou arte em Paris durante a década de 1870. Lá, tornou-se amigo de muitos dos principais artistas franceses da época.[2]

Como autor naturalista, ele foi um dos primeiros escritores de língua inglesa a absorver as técnicas do realismo francês, tendo sido influenciado particularmente pelas obras de Émile Zola.[3] De acordo com o crítico literário e biógrafo Richard Ellmann, seus trabalhos influenciaram James Joyce e, embora a obra de Moore seja por vezes vista como secundária em relação às literaturas irlandesa e britânica, ele é frequentemente citado como o primeiro grande romancista moderno irlandês.[4]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Moore Hall
  2. «George Moore Biography» 
  3. Moran, Maureen, (2006), Victorian Literature And Culture p. 145.
  4. Gilcher, Edwin (September 2004; online edn, May 2006) "Moore, George Augustus (1852–1933)", Oxford Dictionary of National Biography, Oxford University Press, doi:10.1093/ref:odnb/35089, retrieved 2008-01-07 (Subscription required)