George Thomas Staunton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
George Thomas Staunton
Nascimento 26 de maio de 1781
Salisbury
Morte 10 de agosto de 1859 (78 anos)
Londres
Cidadania Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda, Reino da Grã-Bretanha
Progenitores Pai:George Leonard Staunton
Alma mater Trinity College
Ocupação político, diplomata
Prêmios membro da Royal Society
Título baronete

George Thomas Staunton, baronete (perto de Salisbury, Inglaterra, 26 de maio de 1781Londres, 10 de agosto de 1859) foi um explorador e orientalista britânico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho de Sir George Leonard Staunton (1737-1801), primeiro baronete, diplomata e orientalista. George Thomas acompanhou seu pai em 1792, então secretário do Lorde George Macartney (1737-1806), numa missão para a China. Durante esta viagem que durou três anos, adquiriu um bom conhecimento de chinês. Em 1798, foi designado como escritor , depois como chefe, na Companhia Inglesa das Índias Orientais, numa fábrica em Guangzhou, Cantão

Em 1805, traduziu um trabalho do Dr. George Pearson (1751-1828) que contribuiu para a introdução da vacinação na China. Em 1816, participou como segundo comissário, numa missão especial para Pequim com o lorde William Amherst (1773-1857) e Sir Henry Ellis (1777-1869).

Entre 1818 e 1852 foi membro do Parlamento por diversos distritos ingleses e, por último, por Portsmouth. Foi membro do "Comitê das Índias Orientais" e, em 1823, com Henry Thomas Colebrooke (1765-1837), fundou a Sociedade Real Asiática.

Obras[editar | editar código-fonte]

Suas publicações incluem a tradução de Ta Tsing leu lee, sob o título de Fundamental Laws of China ( 1810), o primeiro livro chinês traduzido para o ingles, assim como Narrative of the Chinese Embassy to the Khan of the Tourgouth Tartars ( 1821); Miscellaneous Notices Relating to China and our Commercial Intercourse with that Country ( 1822); Notes of Proceedings and Occurrences during the British Embassy to Peking ( 1824); Observations on our Chinese Commerce ( 1850). Para a "Sociedade Hakluyt", edita History of the Great and Mighty Kingdom of China de Pedro González de Mendoza (1428-1495).