Geração 80

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cartaz da exposição "Como vai você, Geração 80?".

Geração 80 é o nome dado a uma tendência artística na arte brasileira durante a década de 1980. Em termos estéticos, a principal característica da geração foi o retorno à pintura mais subjetiva, dado que, durante a década de 1970, movimentos como a arte conceitual centravam-se majoritariamente em obras esculturais "austeras".[1][2] O principal marco para essa tendência foi a exposição "Como vai você, Geração 80?", realizada na Escola de Artes Visuais do Parque Lage em 1984, em que 123 artistas do Brasil (especialmente do Rio de Janeiro e de São Paulo) expuseram suas obras.[3] Alguns dos participantes da exposição foram: Daniel Senise, Beatriz Milhazes, Luiz Pizarro, Karin Lambrecht, Alex Vallauri, Leonilson, Luiz Zerbini, Leda Catunda e Sérgio Romagnolo.[2]

Referências

  1. Adriano Pedrosa (Outono de 2004). «Tropical Fusion». Tate. Consultado em 29 de junho de 2017 
  2. a b Aoki, Virginia, ed. (2013). Conexões com a Arte. São Paulo: Moderna. 312 páginas 
  3. «Como Vai Você, Geração 80? (1984 : Rio de Janeiro, RJ)». Enciclopédia Itaú Cultural. Consultado em 29 de junho de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.