Ginga com tapioca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ginga com Tapioca é uma iguaria local, uma famosa comida típica do Mercado Público da Redinha e da Praia da Redinha na cidade do Natal no estado Brasileiro do Rio Grande do Norte existe a ginga com tapioca. Consiste em um Peixe que é envolvido em fubá e depois frito com o Óleo de Dendê bem quente e servido com Tapioca, uma iguaria regional feita de goma de mandioca. Hoje, porém, a ginga com tapioca pode possuir vários ingredientes e versões.

No mercado municipal, no boxe 13, a dona Ivanize Januário, 57 anos, dá continuidade ao trabalho da mãe, a dona Dalila, que foi a pioneira em preparar a “ginga com tapioca”. Dona Dalila, que morreu com 68 anos, em 1990, começou a preparar a ginga com tapioca, segundo Ivanize, entre os anos 50 e 60.

Em 19 de dezembro de 2018 foi Aprovado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte um projeto de lei conferindo à ginga com tapioca o título de Patrimônio Cultural do Rio Grande do Norte. Ela, que já era Patrimônio Imaterial da capital desde 2016, agora figura oficialmente como parte da cultura e da história também do estado.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Projeto que torna ginga com tapioca patrimônio cultural do RN é aprovado». Tribuna do Norte. Consultado em 10 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]