Governador Edison Lobão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Governador Edison Lobão
"Ribeirãozinho"
Bandeira de Governador Edison Lobão
Brasão de Governador Edison Lobão
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 10 de novembro
Fundação 10 de novembro de 1994 (22 anos)
Gentílico lobanense
Prefeito(a) Geraldo Evandro Braga de Sousa[1] (PC do B)
(2017–2020)
Localização
Localização de Governador Edison Lobão
Localização de Governador Edison Lobão no Maranhão
Governador Edison Lobão está localizado em: Brasil
Governador Edison Lobão
Localização de Governador Edison Lobão no Brasil
05° 44' 56" S 47° 21' 39" O05° 44' 56" S 47° 21' 39" O
Unidade federativa  Maranhão
Mesorregião Oeste Maranhense IBGE/2008 [2]
Microrregião Imperatriz IBGE/2008 [2]
Região metropolitana Sudoeste Maranhense
Municípios limítrofes Imperatriz, Davinópolis, Buritirana, Montes Altos, Ribamar Fiquene
Distância até a capital 730 km
Características geográficas
Área 615,850 km² [3]
População 15 895 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 25,81 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,625 médio PNUD/2000 [5]
PIB R$ 59 028,375 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 4 054,98 IBGE/2008[6]
Página oficial

Governador Edison Lobão é um município do estado do Maranhão, no Brasil. A cidade mudou de nome, agora é Ribeirãozinho

História[editar | editar código-fonte]

Foi criado, pela Lei 6 194, de 10 de novembro de 1994, o município de Governador Edison Lobão, com sede no Povoado de Ribeirãozinho, que foi desmembrado do município de Imperatriz. O nome do município é uma homenagem ao político maranhense Edison Lobão, ainda vivo quando da mudança de nome da localidade, embora a Constituição de 1988 determine que a administração pública obedeça ao princípio da impessoalidade.[7][8]

O município de Governador Edison Lobão é conhecido como RIbeirãozinho. Conforme relatos dos primeiros moradores da localidade, o nome foi atribuído em decorrência de uma nascente de água e vários córregos cristalinos que deságuam e cortam o local.

Seu povoamento teve início com desmatamento, em 1958, para construção da estrada de ligação entre Belém e Brasília, a BR-010. Os primeiros moradores começaram a se alojar no lugarejo denominado “Maloca”. Tinha como riqueza arroz, milho, diamantes e babaçu. A atividade garimpeira desapareceu aos poucos e a terra dos diamantes mudou sua principal atividade. Após o fechamento dos garimpos, a agricultura familiar foi a principal atividade e a população passou a dedicar-se ao plantio de roças. 

Durante essa trajetória surgiu o, também povoado, localizado a cinco quilômetros da sede, conhecido como Ribeirãozinho da Roça (Diamantina). 

Ainda pertencente a Imperatriz, Ribeirãozinho não tinha sua autonomia administrativa. O sentimento municipalista era frequente na República Brasileira e junto com outros municípios maranhenses, tornou-se autônomo por meio de plebiscito.

Elevado à categoria de município, com a denominação de Governador Edison Lobão, pela lei estadual nº 6.194, de 10 de novembro de 1994, que instituiu o desmembrado da cidade de Imperatriz. O nome do município é uma homenagem ao político maranhense Edson Lobão, ex-governador do Maranhão.

O território do município limita-se ao Norte com Davinópolis, a leste com Buritirana e Montes Altos, a oeste com o estado do Tocantins e ao sul com os municípios de Ribamar Fiquene e Montes Altos. Localiza-se na mesorregião do Oeste Maranhense e na microrregião de Imperatriz, sua extensão é de 616 km². E assim permaneceu em divisão territorial datada de 2005.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se na microrregião de Imperatriz, na mesorregião do Oeste Maranhense. Sua população estimada em 2007 era de 14 086 habitantes. A sua extensão é de 620 km². Foi criado em 1994.

Referências

  1. [1]. Página visitada em 29/03/2017.
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. "Com nova onda de denúncias, família Sarney retira nome de aliados de logradouros públicos no MA", Francisco Junior, UOL Notícias, 24/7/2009, acessado em 24/7/2009
  8. "Cidade do Maranhão terá que mudar de nome, segundo Justiça Federal", G1 Maranhão, 28/08/2013 acessado em 10/12/2016 8h41m
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.