Guilherme Budé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Guilherme Budé
Retrato por Jean Clouet (1536)
Nascimento 26 de janeiro de 1467
Paris
Morte 22 de agosto de 1540
Paris
Cidadania França
Progenitores
  • Jean Budé
Filho(s) Dreux Budé, Jean Budé
Irmão(s) Louis Budé, Dreux Budé, Jacques Budé, Étiennette Budé
Alma mater
  • antiga universidade de Orléans
  • University of Orléans
Ocupação bibliotecário, tradutor, filósofo, numismata, impressor, erudito clássico
Empregador Collège de France

Guilherme Budé (Guillaume Budé, Guilherme Budeus, Guilherme Budeu,[1] Guilielmus Budæus, Guilielmus Budaeus), foi um estudioso e humanista francês. Ele esteve envolvido na fundação do Collegium Trilingue, que mais tarde se tornou o Collège de France.[2]

Budé também foi o primeiro guardião da biblioteca real do Palácio de Fontainebleau, que mais tarde foi transferida para Paris, onde se tornou a Bibliothèque nationale de France. Foi embaixador em Roma e ocupou vários cargos administrativos judiciais e civis importantes.[3][4][5]

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Libri V de Asse et partibus ejus, 1522
  • Traduções de Plutarco, de 1502 a 1505
  • Annotationes in XXIV libros Pandectarum, Paris, 1508
  • De contemptu rerum fortuitarum libri tres, Paris, 1520
  • Epistolae, in 8vo, 1520
  • Libri V de Asse et partibus ejus (em latim). Venice: Aldo Manuzio, eredi & Andrea Torresano. 1522 
  • Summaire ou Epitome du livre de Asse, Paris, 1522
  • De studio litterarum recte et commode instituendo, Paris, 1527
  • Commentarii linguae graecae, Paris, 1529
    • Commentarii Linguae Græcae, Gulielmo Budaeo, consiliario Regio, supplicumque libellorum in Regia magistro, auctore. Ab eodem accuratè recogniti, atque amplius tertia parte aucti. Ex officina Roberti Stephani typographi Regii, Parisiis, 1548
  • De philologia, Paris, 1530
  • Libellorumque magistri in praetorio, altera aeditio annotationum in pandectas, Paris, Josse Bade, 1532
  • De Studio Literarum Recte Et Commode Instituendo. Item Eiusdem G. Budaei De Philologia Lib. II. Basileae, apud Ioan. Walderum, martio 1533
  • De transitu Hellenismi ad Christianismum libri tres, Paris, Robert Estienne, 1534
  • De l'institution du prince, in-folio, 1547
  • Opera omnia, 4 vol. in-folio, Basel, 1557

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gonçalves, Rebelo (1947). Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa. Coimbra: Atlântida - Livraria Editora. p. 346 
  2. E. de Budé, Vie de G. Budé (1884), who refutes the idea of his ancestor's Protestant views
  3. D. Rebitté, G. Budé, restaurateur des études grecques en France (1846)
  4. L. Delaruelle, Études sur l'humanisme français (1907)
  5. D. McNeil, Guillaume Budé and Humanism in the Reign of Francis I (1975)
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Guilherme Budé
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.