Gunnera tinctoria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaGunnera tinctoria
nalca, ruibarbo-chileno
Gunnera tinctoria

Gunnera tinctoria
Classificação científica
Reino: Plantae
Filo: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Gunnerales
Família: Gunneraceae
Género: Gunnera
Espécie: G. tinctoria
Nome binomial
Gunnera tinctoria
(Molina) Mirbel.
Sinónimos
  • Gunnera chilensis Lam.
  • Gunnera chilensis var. meyeri L.E.Moro
  • Gunnera chilensis var. valdiviensis L.E.Moro
  • Gunnera scabra Ruiz & Pav.
  • Panke acaulis Molina
  • Panke caulescens J.F.Gmel.
  • Panke tinctoria Molina
  • Pankea chilensis (Lam.) Oerst.[1]
Gunnera tinctoria - MHNT.
Pecíolos e inflorescências de G. tinctoria.

Gunnera tinctoria é uma planta ornamental e comestível da família Gunneraceae, com distribuição natural nas zonas temperadas do Chile e da Argentina. Introduzida em diversas regiões subtropicais e temperadas, é em algumas delas considerada espécie invasora, incluindo na ilha de São Miguel (Açores).

Descrição[editar | editar código-fonte]

Gunnera tinctoria é uma planta herbácea, com altura superior a 1 metro, com caules semi-subterrâneos carnosos e grossos.

As folhas, os "pangues", são alternas e lobuladas. A superfície das folhas é de coloração verde escura, podendo ultrapassar um metro de de diâmetro, com tacto áspero devido a pelos grossos que apresentamn tanto na página superior como na inferior, com nervuras proeminentes. Os pecíolos, as "nalcas", ultrapassam o metro de comprimento, grossos e cobertos de espículas.

As flores ocorrem num tipo de inflorescência denominado bohordo, com flores unissexuais e hermafroditas.

O fruto é uma drupa de coloração vermelha-alaranjada, com cerca de 2 mm de diâmetro.

Os pecíolos das folhas são comestíveis, fibrosos e em maior ou menor medida adstringentes. São muito ricos em água. São utilizados crus, em saladas ou consumido de forma similar a uma fruta, geralmente com sal, ou em marmeladas ou sumos. Tanto pelo seu aspecto como pelo seu modo de consumo, as folhas e caules de G. tinctoria são semelhantes ao ruibarbo (Rheum rhabarbarum), razão pela qual a planta é conhecida como "ruibarbo-do-chile".

As folhas de G. tinctoria são uma parte essencial na preparação do curanto, prato típico de Chiloé, pois são usadas para separar os ingredientes e para impedir que o calor escape desde o fosso feito no solo.

O caule tem uso medicinal pelas suas propriedades adstringentes.

A espécie Gunnera tinctoria foi descrita por (Molina) Mirb. e publicada em Systema Naturae, ed. 12 2: 637. 1767.[2]

O nome genérico Gunnera é uma homenagem ao botânico norueguês Johan Ernst Gunnerus (1718-1773). O epíteto específico tinctoria tem etimologia latina e significa "que tinge". A espécie tem uma larga sinonímia dada a variabilidade morfológica da espécie e a existência de alguns complexos específicos no género Gunnera.

G. tinctoria tem distribuição natural no centro-sul do Chile, sudoeste da Argentina e na Patagónia ocidental. Habita de preferência em lugares sombrios e húmidos, embora as "nalcas de arena" vivam enterradas em areais da costa do Pacífico e se tenha postulado que poderão ser outra espécie, a G. arenaria Cheeseman ex Kirk.

Referências

  1. Gunnera tinctoria em The Plant List
  2. «Gunnera tinctoria». Tropicos.org. Missouri Botanical Garden. Consultado em 10 de abril de 2014. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gunnera tinctoria
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Gunnera tinctoria
Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete nalca.