Helen Caldwell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Helen Caldwell é uma crítica, escritora e professora estadunidense com tendência brasilianista. Foi precursora do movimento feminista nos EUA. É profundamente reverenciada e lembrada por diversos tratados e escritores brasileiros, que enaltecem o seu trabalho. Certa vez Otto Lara Resende afirmou: "A professora americana Helen Caldwell, que fez um trabalho muito interessante e importante sobre Machado de Assis nos anos 50. Ela não somente traduziu Dom Casmurro, mas também escreveu um livro com o título, apresentando uma explicação, uma análise do livro, que hoje, acho, é muito bem-aceito pelos críticos, mas naquela época era bastante inusitado".

O grande mérito de Caldwell foi inverter a leitura que se costumava fazer da obra de Machado. Até a sua intervenção, imputava-se a culpa à Capitu; Caldwell, entretanto, pôs Bentinho no banco dos réus.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • The Brazilian Othelo of Machado de Assis, 1960.
  • Machado de Assis: The Brazilian Master and His Novels

Versões em português[editar | editar código-fonte]

  • O Otelo Brasileiro de Machado de Assis, Helen Caldwell, ED. USP
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.