Hendrik Marsman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hendrik Marsman
Nascimento 30 de setembro de 1899
Zeist
Morte 21 de junho de 1940 (40 anos)
Canal da Mancha
Cidadania Reino dos Países Baixos
Etnia Holandeses
Ocupação poeta, linguista, escritor, advogado, tradutor
Causa da morte afogamento

Hendrik Marsman (Zeist, 30 de setembro de 1899 - Canal da Mancha, 21 de junho de 1940) foi um poeta neerlandês. Ele faleceu quando fugia para o Reino Unido a bordo do navio Berenice que foi torpedeado por um submarino alemão. Sua esposa foi a única sobrevivente.[1]

Poema Invocatio

Seu poema Herinnering aan Holland (português: Lembrança da Holanda) de 1936 encontra-se entre os mais conhecidos poemas neerlandeses.[2] Principalmente o primeiro trecho é extremamente famoso:

Denkend aan Holland
zie ik breede rivieren
traag door oneindig
laagland gaan,

Tradução:

Pensando na Holanda
eu vejo largos rios
atravessando lentamente
as infinitas planícies,

Este poema foi escolhido "Poema do século" nos Países Baixos no ano 2000.[2]

Referências

  1. http://www.inghist.nl/Onderzoek/Projecten/BWN/lemmata/bwn1/marsman
  2. a b «Cópia arquivada». Consultado em 8 de janeiro de 2008. Arquivado do original em 26 de setembro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos