Hialuronidase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
hialuronoglucosaminidase
Indicadores
Número EC 3.2.1.35
Número CAS 37326-33-3--
Bases de dados
IntEnz IntEnz
BRENDA BRENDA
ExPASy NiceZyme
KEGG KEGG
MetaCyc via metabólica
PRIAM PRIAM
Estruturas PDB RCSB PDB PDBe PDBj PDBsum
Gene Ontology AmiGO / EGO

A hialuronidase, hialozima ou hialuronoglucosaminidase é uma enzima facilitadora da difusão de líquidos injetáveis, extraída de testículos bovinos. O termo hialuronidase também é utilizado para caracterizar duas enzimas diferentes, que atuam em pontos diversos da molécula de ácido hialurônico, que são a hialuronoglicuronosidase e a hialuronatoliase.[1][2]

A hialuronidase age despolimerizando reversivelmente o ácido hialurônico existente no cimento ao redor das células do tecido conjuntivo, reduzindo assim temporariamente a viscosidade desse tecido e tornando-o mais permeável à difusão de líquidos.[3]

Devido às suas propriedades, é usada associada a outros princípios ativos como, por exemplo, a Escina, o Triac e o Azuleno, no tratamento coadjuvante da Celulite, e à Heparina, Escina e Digitoxina no tratamento das microvarizes, hematomas, contusões, flebites e tromboflebites superficiais, e outros processos inflamatórios localizados.[2]

Por ser uma enzima difusora, é utilizada no tratamento tópico da fimose e na doença de Peyronie.[1]

Referências

  1. a b EMBRAFARMA. «Características da Hialuronidase» (PDF). Consultado em 17 de dezembro de 2012. 
  2. a b FARMACAM. «Hialuronidase - Introdução» (PDF). Consultado em 17 de dezembro de 2012. 
  3. Tua Saúde. «Hialuronidase (Hyalozima)». Consultado em 17 de dezembro de 2012.