Houses of the Holy (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Houses of the Holy"
Canção de Led Zeppelin
do álbum Physical Graffiti
Lançamento 24 de fevereiro de 1975 (1975-02-24)
Gravação Maio de 1974
Gênero(s) Hard rock, heavy metal
Duração 04:02
Gravadora(s) Swan Song
Letrista(s) Page / Plant
Produção Page
Faixas de Physical Graffiti
Último
"In My Time of Dying"
(3)
"Trampled Under Foot"
(5)
Próximo

"Houses of the Holy" é uma canção da banda britânica de rock Led Zeppelin. Lançado em seu sexto álbum de estúdio Physical Graffiti, em 1975.

Produção[editar | editar código-fonte]

A faixa é uma canção de rock midtempo, pesada no baixo e com um distintivo riff de guitarra de Jimmy Page. A fim de criar a introdução de guitarra em camadas e desaparecimento gradual, Page usou uma unidade de delay Delta T digital.[1] O rangido de pedal da bateria de John Bonham pode ser ouvido durante toda a canção.

Embora o nome da canção seja "Houses of the Holy", a faixa não aparece no álbum homônimo lançado anteriormente. Ela foi originalmente criada para ser a faixa-título do álbum, mas foi removida quando a banda decidiu que não se encaixava. A canção não necessitava de mais remixagem para a sua inclusão em Physical Graffiti, já tendo sido totalmente mixada pelo engenheiro de áudio Eddie Kramer nas sessões da Electric Lady, em junho de 1972.[1]

Letras[editar | editar código-fonte]

Liricamente, a canção é uma ode aos concertos do Led Zeppelin, com a "casa do sagrado" referindo-se as arenas e auditórios em que a banda se apresentou. Apesar disso, a música nunca foi tocada ao vivo pelo Led Zeppelin,[1] Robert Plant embora a tocou com a Band of Joy, durante sua turnê solo de 2010.[2]

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Canção[editar | editar código-fonte]

Parada (1975) Melhor
posição
Italian Singles Chart[3] 27

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Lewis 1994
  2. Leslie Michele Derrough (13 de agosto de 2010). «Robert Plant - Saenger Theatre, Mobile, AL 7/28/10». Glide Magazine. Consultado em 13 de junho de 2013. 
  3. «Top 100 Singles - 1975» (em inglês). hitparadeitalia.it. Consultado em 02 de junho de 2013. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lewis, Dave (2004). The Complete Guide to the Music of Led Zeppelin (em inglês) Omnibus Press [S.l.] p. 96. ISBN 0-7119-3528-9. 
  • Welch, Chris (1998). Led Zeppelin: Dazed and Confused: The Stories Behind Every Song (em inglês) (Londres: Thunder's Mouth Press). p. 160. ISBN 1-56025-818-7. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.