IV Recenseamento Geral da População de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O IV Recenseamento Geral da População de Portugal realizou-se a 1 de dezembro de 1900, abrangendo todo o território nacional no continente europeu e arquipélagos dos Açores e da Madeira. Segundo este Censo, Portugal tinha 5 423 132 «habitantes de facto»,[1] sendo 2 591 600 homens e 2 831 532 mulheres, verificando-se ainda que somente 1 161 796 sabiam ler.[2] e as famílias apresentavam um número médio de 4,2 indivíduos.

Este quarto recenseamento geral da população foi ordenado pela Carta de Lei de 25 de agosto de 1877, sendo posteriormente regulado pelo Decreto de 3 de agosto de 1900.

A apresentação o tratamento e a recolha de dados foi idêntica à do censo de 1890, com a introdução de algumas inovações. Em relação ao estado civil foi incluída a categoria “separado judicialmente”. Apurou-se pela primeira vez os dados relativos à religião, ficando dividida nas seguintes categorias: católicos, protestantes, israelitas, maometanos e sem religião.

Os dados deste censo foram tratados mecanicamente pela primeira vez, dando origem a uma primeira publicação com dados provisórios, a que se seguiu a promulgação de três volumes com dados definitivos,[3] assim subdivididos: Vol. I - Fogos - População de residência habitual e população de facto; sexo, naturalidade, estado civil e instrução; Vol. II - População de facto agrupada segundo as idades, distinguindo o sexo, o estado civil e a instrução elementar. - População segundo a religião; Vol. III - População de facto, classificada segundo as grandes divisões profissionais por sexos e grupos de idades, população com deficiências, número e composição das famílias.[2]

Alguns resultados[editar | editar código-fonte]

O estado da população de Portugal no 1º de dezembro de 1900 consta do seguinte quadro,[4] de acordo com os dados definitivos publicados no Vol. I: [5]

Distrito População
Aveiro 303 169
Beja 163 612
Braga 357 159
Bragança 185 162
Castelo Branco 216 608
Coimbra 332 168
Évora 128 062
Faro 255 191
Guarda 261 630
Leiria 238 755
Lisboa 709 509
Portalegre 124 431
Porto 597 935
Santarém 283 154
Viana do Castelo 215 267
Vila Real 242 196
Viseu 402 259
Angra do Heroísmo 73 332
Horta 55 233
Ponta Delgada 127 726
Funchal 150 574
Total Nacional 5 423 132


Distrito Taxa de Alfabetização[6]
Total Homens Mulheres
Analfabetos Sabem ler Total Analfabetos Sabem ler Total Analfabetas Sabem ler
Aveiro 78,8% 21,2% 45,4% 29,9% 15,5% 54,6% 48,9% 5,7%
Beja 85,2% 14,8% 50,7% 41,5% 9,2% 49,4% 43,7% 5,7%
Braga 77,8% 22,2% 45,2% 29,6% 15,6% 54,8% 48,2% 6,6%
Bragança 83,4% 16,6% 49,6% 37,8% 11,8% 50,4% 45,6% 4,8%
Castelo Branco 86,5% 13,5% 48,8% 39,1% 9,7% 51,2% 47,4% 3,8%
Coimbra 83,1% 16,9% 45,8% 32,9% 12,9% 54,2% 50,2% 4,0%
Évora 82,3% 17,7% 51,3% 40,8% 10,5% 48,7% 41,5% 7,2%
Faro 83,4% 16,6% 49,9% 41,3% 8,6% 50,1% 42,1% 8,0%
Guarda 83,7% 16,3% 47,9% 36,0% 11,9% 52,2% 47,7% 4,5%
Leiria 86,5% 13,5% 48,7% 39,0% 9,7% 51,3% 47,5% 3,8%
Lisboa 62,6% 37,4% 50,8% 30,6% 20,2% 49,3% 32,0% 17,3%
Portalegre 83,2% 16,8% 50,5% 40,2% 10,3% 49,6% 43,1% 6,5%
Porto 70,6% 29,4% 46,4% 28,3% 18,1% 53,5% 42,3% 11,2%
Santarém 82,1% 17,9% 49,2% 37,7% 11,5% 50,8% 44,4% 6,4%
Viana do Castelo 76,8% 23,2% 43,8% 26,1% 17,7% 56,2% 50,7% 5,5%
Vila Real 76,9% 23,1% 47,9% 32,6% 15,3% 52,0% 44,2% 7,8%
Viseu 85,4% 14,6% 46,1% 35,2% 10,9% 53,9% 50,2% 3,7%
Angra do Heroísmo 81,7% 18,3% 45,4% 36,7% 8,7% 54,7% 45,0% 9,7%
Horta 75,4% 24,6% 44,0% 33,3% 10,7% 56,0% 42,2% 13,8%
Ponta Delgada 85,9% 14,1% 46,5% 40,4% 6,1% 53,4% 45,4% 8,0%
Funchal 90,0% 10,0% 48,1% 43,3% 4,8% 51,9% 46,8% 5,1%
Total Nacional 78,6% 21,4% 47,8% 34,2% 13,6% 52,2% 44,4% 7,8%


Referências

  1. «1900 - 1 de Dezembro (IV Recenseamento Geral da População)». Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  2. a b «Vol. II, Quadro I - População de facto, agrupada por idades, distinguindo sexo, estado civil e instrução». Instituto Nacional de Estatística. Ano de Edição: 1906. Consultado em 9 de fevereiro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome página ine
  4. «Censos - Fogos - 1900». Instituto Nacional de Estatística. Edição:1905. Consultado em 10 de fevereiro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. «Vol. I - Censo da População do Reino de Portugal». Instituto Nacional de Estatística. Edição:1905. Consultado em 10 de fevereiro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. Percentagens calculadas com base nos valores absolutos apresentados no Quadro I – op. cit., p. 3.