Ilha de Pianosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Ilha Pianosa.
Pianosa
Geografia física
País  Itália
Localização Italy - Tremiti.PNG
Arquipélago Tremiti, província de Foggia, Puglia
Ponto culminante 15 m
Área 0,11  km²
Geografia humana
População 0

A Ilha de Pianosa é uma ilha da Itália que pertence ao arquipélago de Tremiti (ou Diomedee) no mar Adriático. É a menor ilha do arquipélago tremitese, com exceção da pequena ilha de Cretaccio. Completamente desabitada,[1] está sob a jurisdição da província de Foggia, Puglia.

A ilha, especialmente por suas águas, é de importância estratégica para a conservação dos recursos marinhos, tornando-se uma área de extremo valor para muitas espécies de peixes que são intocáveis, com as condições adequadas de alimentação e, acima de tudo, para reproduzirem-se.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A ilha ocupa uma área aproximada de 11 ha, comprimento de 700 m, largura de 250 metros. A altura máxima atinge 15 metros acima do nível do mar e possui terreno pedregoso devido ao ressacamento. É desprovida de árvores de grande porte e sem a característica da vegetação mediterrânea.[2]

A costa sul cai lentamente para o mar, sendo mais rasa para ancorar pequenas embarcações. Este parte é repleta de pequenos cardumes que tornam perigosa a navegação.

Ao leste, a Punta di Levante bastante grande, ao norte a Cala del Grottone, com uma gruta subaquática habitada ocasionalmente por lagostas e grandes garoupas.

Há também a Cala di Tramontana, um pouco além do farol com a sua torre e lanterna acesa automaticamente, próxima aos armazéns que já não mais existem.[2]

Aproximadamente 100 metros ao norte, uma espécie de pequeno lago, que comunica-se com o mar por um sifão.

Ao redor do lago foi criado um microssistema animal que filtra um pouco de água doce para a sobrevivência de pequenos répteis, coelhos selvagens, gaivotas e as pequenas aves de rapina das montanhas de Gargano.[2]

Parque natural[editar | editar código-fonte]

Pianosa

Com a finalidade de proteger e preservar a vegetação e fauna deste incomparável patrimônio, em 14 de julho de 1989, foi decretada a Reserva Natural Marinha das Ilhas Tremiti.[3] O arquipélago tremitese ficou dividido em três zonas.

Pianosa pertence integralmente a Zona A, ou Reserva Marinha Integral. É proibida a navegação e desembarque a menos de 500 metros, assim como a pesca e mergulho, a menos que haja acompanhamento de guias de mergulho autorizados.[3]

Visitas são permitidas apenas com autorização prévia da entidade gestora.[3]

O perímetro da Reserva é delimitado por quatro grandes boias luminosas que cruzam de norte a sul.[4]

Em 1991, com a criação do Parque Nacional de Gargano, a gestão da Reserva Marinha, passou a pertencer ao Parque. (G.U. della Repubblica Italiana n. 292)[3][5]

Em 1996, a Reserva das Ilhas Tremiti foram incluídas na Zona 1 do Parque.[1]

Atividade Zona A
Pesquisa Científica autorizado
Navegação proibido
Banho proibido
Ancoragem proibido
Atividades de mergulho proibido
Embarcações de pesca proibido
Pesca desportiva proibido
Pesca submarina proibido

Notas e referências

  1. a b c «http://www.tremiti.eu». Consultado em 12 de julho de 2011. Arquivado do original em 5 de dezembro de 2007  Ligação externa em |titulo= (ajuda)
  2. a b c «Isola Pianosa». e-gargano.com. Consultado em 11 de julho de 2011 
  3. a b c d «Parco Gargano». Parco Gargano. Consultado em 09 de julho de 2011  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Isola Pianosa». Peschici.it. Consultado em 10 de julho de 2011 
  5. «agripark.it». Lei n.394. Consultado em 10 de julho de 2011 

Referências[editar | editar código-fonte]

  • ITÁLIA, G.U. della Repubblica Italiana n. 292, Lei das Áreas Protegidas, ano 1991, PDF, em italiano .pdf