Inca Roca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Inca Roca
Inka Roq'a
Viracocha.jpg
Inca de Cusco
Reinado 1350 - 1380
Rainha Mama Micay
Antecessor Cápac Yupanqui
Sucessor(a) Yáhuar Huácac
Dinastia Hanan (Cusco)
Nascimento 1330
  Cusco
Morte 1380 (50 anos)
  Cusco
Pai Cápac Yupanqui
Mãe Cusi Chimbo

Inca Roca (Quíchua: Inka Roq'a, "Inca magnânimo" , 1330 -- 1380), foi o sexto Sapa Inca e governador de Cusco. A primeiro da Dinastia Hanan. Sua esposa foi Mama Michay (filha do curaca dos Huayllacayans) [1] e seu primogênito foi Yáhuar Huácac. Além dele teve dois filhos Vicaquirau Inca e Apu Mayta que foram grandes guerreiros,[2] e ajudaram a subjugar os Moynas, os Quiquijanas e os Caytomarcas.[3]

Vida[editar | editar código-fonte]

Roca nasceu em Cusco, era filho de Cápac Yupanqui cujo sucessor (primogênito de sua primeira esposa Mama Cahua) deveria ser Quispe Yupanqui. No entanto, após a morte de Cápac Yupanqui, os familiares que moravam na parte alta da cidade (Hanan) se rebelaram contra os que moravam na parte baixa (Húrin), e mataram Quispe Yupanqui, e deram seu trono a Inca Roca, filho de outra das esposas Cápac Yupanqui, Cusi Chimbo. O próprio Roca poderia estar envolvido no envenenamento de seu pai.[4]

Inca Roca ao assumir o reino mudou o seu palácio da Inticancha (o Templo do Sol de onde os Incas anteriores governaram) para a parte alta da cidade. É a partir de seu reinado que cada novo Inca passou a construir uma nova morada.[4]

Acredita-se que Inca Roca seja o responsável pela canalização do córrego sob a cidade de Cuzco,[5] e pelo termino da drenagem dos pântanos. Ordenou a construção de canais para fornecer água fresca a dois distritos da cidade. Além disso, construiu um reservatório para armazenar água fresca para as casas e para irrigar as colheitas. Isto aumentou o número de campos que poderiam ser cultivos.[6]

Um de seus primeiros esforços foi a reorganização da estrutura política e social Inca. Colocou todas as instituições políticas, militares e sociais sob sua autoridade direta, nomeando varias pessoas de sua própria família para cargos fundamentais no governo (Hanan).[6]

O Templo do Sol passou a ter função exclusiva de local sagrado para adoração. Ou seja, nesta época, se verificou a separação dos elementos civis e religiosos da hierarquia, a separação do sumo-sacerdote do imperador, pois até essa época a mesma pessoa possuía os dois títulos.[4] Somente os sacerdotes ainda pertenciam a linha dos descendentes diretos de Manco Capac (Húrin) [6]

Em seu governo conquistaram os Chancas (entre outros povos),[3] bem como estabeleceu as Yachay Wasi, escolas para os nobres.[4] [1] Mas os Chancas continuaram a perturbar seus sucessores.

Os descendentes de Inca Roca formaram o grupo tribal e Ayllu Vica-Quirao (Huaicaquirau).[7] [1]

Precedido por
Cápac Yupanqui
Cápac Inca
Dinastia Hanan Cusco
Inca Roca.jpg

(1350-1380)
Sucedido por
Yahuar Huacac
Precedido por
Cápac Yupanqui
6º Inca do Curacado de Cusco
(1350-1380)
Sucedido por
Yahuar Huacac



Referências

  1. a b c Patricia Temoche Cortez Breve História dos Incas (em português) Versal Editores LTDA, 2016 p. 26 ISBN 9788589309417
  2. Padre Barnabé Cobo, Historia Del Nuevo Mundo, Volume 3 (em espanhol) Рипол Классик, 1956 p 145 ISBN 9785875323294
  3. a b Cobo, Historia Del Nuevo Mundo p 146
  4. a b c d Louis Baudin, Daily Life of the Incas (em inglês) Courier Corporation, 1961 p. 53 ISBN 9780486428000
  5. Paul Richard Steele, Catherine J. Allen, Handbook of Inca Mythology (em inglês) ABC-CLIO, 2004 p.19 ISBN 9781576073544
  6. a b c Barbara A. Somervill Empire of the Incas (em inglês) Infobase Publishing, 2009 p 30 ISBN 9781604131581
  7. Cobo, Historia Del Nuevo Mundo p 147
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Inca Roca