Instituto Universitário de Altos Estudos Internacionais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
(em francês) Institut de hautes études internationales et du développement
(em inglês) Graduate Institute of International and Development Studies
IHEID
Localização Genebra, Suiça
Docentes 52[1]
Reitor(a) Philippe Burrin
Total de estudantes 850[1]
Afiliações Europaeum, APSIA, EUA, ECUR, EADI, AUF
Página oficial [1]
Campus Villa-Barton, Institut de hautes études internationales et du développement (Genève).jpg
Maison de la paix petals 1 and 2.jpg

O Instituto Superior é uma instituição de pesquisa e ensino superior (mestrado e doutorado), especializada no estudo de questões  globais, com um enfoque especial em áreas transversais de relações internacionais e desenvolvimento.
Uma organização independente estabelecida como fundação privada, o Instituto Superior é credenciado pelo Ministério da Educação Suíço e recebe financiamento do Estado federal da Suíça e do estado de Genebra.

A sua história remonta a 1927, no auge da Liga das Nações, quando se tornou a primeira instituição do mundo inteiramente dedicada ao estudo das relações internacionais. Hoje é membro de pleno direito da APSIA, a associação das escolas mais importantes do mundo na sua área.

Localizado no coração da cidade internacional de Genebra, próximo à sede das Nações Unidas na Europa (UNOG ), a Organização Mundial do Comércio (OMC) , o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e a Organização Mundial da Saúde ( OMS) , o Instituto Superior oferece uma educação de excelência mundial, bem como especialização em questões relacionadas com a globalização, tais como:
Conflito, segurança e construção da paz | Meio Ambiente e recursos naturais | Finanças e desenvolvimento | Direitos humanos e ação humanitária | Migração e Refugiados | Atores não-estatais e da sociedade civil | Comércio, regionalismo e integração económica.


Com os seus 850 estudantes de pós-graduação (40% deles doutorandos) de mais de 100 nacionalidades, o Instituto Superior oferece um ambiente muito acolhedor e verdadeiramente cosmopolita, favorável para experiências interculturais e para o desenvolvimento de uma rede de contatos duradoura.

Os seus antigos alunos incluem um grande número de pessoas ilustres e de alto perfil na arena internacional, com ligações a organizações multilaterais (incluindo o ex-Secretário-Geral da ONU Kofi Annan), serviço diplomático e ministérios ativos na arena internacional (defesa , economia, finanças , comércio, etc), no setor privado (finanças, as empresas multinacionais), e no terceiro setor (ONGs, fundações, etc.)

Programas Acadêmicos Para Obtenção De Grau[editar | editar código-fonte]

O Instituto oferece programas de estudos disciplinares e interdisciplinares. Este fator representa um dos seus pontos fortes, uma vez que o campo de estudos internacionais raramente é abordado de uma forma tão ampla e abrangente. O instituto também propõe diplomas conjuntos ou programas de estudos em parceria com instituições académicas de prestígio.

Mestrados Interdisciplinares em:

Mestrados e Doutoramentos Disciplinares em:

Grau Duplo de Mestrado com a

Programas de Estudos combinados

Programas de Verão e de Inverno[editar | editar código-fonte]

O Instituto organiza programas direcionados a estudantes finalistas dos graus de Bacharelado e Mestrado de todo o mundo, permitindo-lhes tirar proveito de todos os benefícios que a cidade internacional de Genebra e o próprio Instituto têm para oferecer:

Formação Executiva[editar | editar código-fonte]

O Instituto tem uma experiência rica e uma equipa altamente competente na área de educação executiva. A instituição oferece vários Mestrados Executivos (Negociação Internacional e Formulação de Políticas, Políticas e Práticas de Desenvolvimento, Liderança nas áreas do Petróleo e Gás), bem como cursos especialmente preparados para governos, organizações internacionais e empresas.

Parceiros Acadêmicos[editar | editar código-fonte]

Professores[editar | editar código-fonte]

O Instituto detém uma riqueza notável de conhecimento e experiência em direito e ciências sociais sob uma perspectiva internacional. O seu corpo docente prima pela diversidade em termos de origem, formação e perspectivas científicas. Ao longo dos anos, os seus professores, tanto permanentes quanto visitantes, tem incluído um grande número de ilustres académicos, tais como:  

  • Gunnar Myrdal(Prémio Nobel em Economia, 1974)
  • Friedrich Hayek  (Prémio Nobel em Economia, 1974)
  • Maurice Allais (Prémio Nobel em Economia, 1988)
  • Robert Mundell (Prémio Nobel em Economia, 1999)
  • Saul Friedländer (Historiador, Vencedor do Prémio Pulitzer, 2008)
  • Hans Kelsen (Ilustre jurista internacional e filósofo do direito)

Alumni[editar | editar código-fonte]

  • Kofi Annan, ex-Secretário Geral das Nações Unidas
  • Shara L. Aranoff, Presidente da Comissão de Comércio Internacional dos EUA
  • Sibusio Bengu, primeiro Vice-Reitor negro de uma universidade Sul-Africana, Universidade de Fort Hare
  • Micheline Calmy-Rey, ex-Diretor do Ministério das Relações Exteriores da Suíça
  • Patricia Espinosa, ex-Ministro das Relações Exteriores do México
  • Osita Eze, ex-Diretor Geral, Instituto Nigeriano de Estudos Internacionais
  • Saul Friedländer, 2008 Vencedor do Premio Pulitzer, Historiador e Professor na UCLA
  • Carlos Fuentes (+2012), Diplomata e Escritor Mexicano
  • Leonid Hurwicz (+2008), 2007 Ganhador do Prêmio Nobel em Economia
  • Nobuyuki Idei, Fundador e CEO da Quantum Leaps Corporation, Tokyo; ex-Diretor e  CEO da Sony Corporation
  • Jakob Kellenberger, ex-Presidente do ICRC, Membro da Assembleia da ICRC
  • Carlos Lopes, Secretário Geral Assistente das Nações Unidas, Secretário Executivo da Comissão Econômica das Nações Unidades para a África
  • Hsueh Shou Sheng, Vice-Reitor da Nanyang University em Singapura, Reitor Fundador da  University of East Asia, em Macau
  • Brad Smith, Conselheiro Geral e Vice-Presidente Sénior da Microsoft
  • Robert-Jan Smits, Diretor Geral para a Pesquisa da Comissão Europeia
  • Hernando de Soto, Presidente do Instituto para a Liberdade e Democracia, no Peru
  • Abdulqawy Ahmed Yussuf, Juiz do Tribunal Internacional de Justiça

Referências[editar | editar código-fonte]

  • APSIA (Association of Professional Schools of International Affairs)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome N.C3.BAmeros