Irineu Franco Perpetuo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde julho de 2015)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Irineu Franco Perpétuo é um jornalista e tradutor brasileiro, especialista em música clássica, colaborador do jornal Folha de S.Paulo, do site da revista Concerto e correspondente no Brasil da revista Ópera Actual de Barcelona. Co-autor, com Alexandre Pavan, do livro Populares & Eruditos e autor de Cyro Pereira - Maestro. Traduziu, diretamente do russo, Pequenas Tragédias e Boris Godunov, ambas de Alexandre Pushkin. Foi colaborador da revista Bravo!, jurado de prêmios como o Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão e do programa Prelúdio da TV Cultura. Ministra regularmente cursos de música na Casa do Saber, em São Paulo.

Em 2010, participou do programa "A História Através da Música" da orquestra de câmara Cantilena Ensemble. Centrado em uma abordagem arte-educativa, o projeto contou com apresentações do grupo ao longo do ano, em que um telão trazia cenas e retratos de manifestações políticas, sociais e artísticas de alguns dos principais períodos da história e eram acompanhadas, ao vivo, pelos comentários de Irineu. Foi consultor e braço direito de Deborah Colker para o espetáculo Tathyana, balé que estreou no Festival de Teatro, em Curitiba, do dia 9 de setembro de 2011 e é baseado no romance Eugene Onegin, de Pushkin.

Traduziu, ainda, Notas do Subterrâneo de Fiódor Dostoievski e A Morte de Ivan Ilitch de Liev Tolstói para a coleção Grandes Nomes da Literatura do jornal Folha de S.Paulo.

Obras[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]