Prêmio Jabuti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prêmio Jabuti
Descrição Excelência em produção literária nacional
Apresentação Câmara Brasileira do Livro
País  Brasil
Primeira cerimónia 1959
Última cerimónia 2014
Sítio oficial

O Prêmio Jabuti é o mais importante prêmio literário do Brasil. Lançado em 1959, foi idealizado por Edgard Cavalheiro quando presidia a Câmara Brasileira do Livro.

Categorias[editar | editar código-fonte]

Desde a primeira premiação, o Jabuti foi se aprimorando e, ao longo dos anos, foi ganhando novas categorias. Hoje contempla desde romances a livros didáticos e desde livros de ilustração a projetos gráficos.

O escritor a receber mais vezes o prêmio foi Dalton Trevisan, tendo sido premiado quatro vezes na categoria Conto, em 1960, 1965, 1995 e 2011.

Em 2015 (obras publicadas entre 1o. de janeiro e 31 de dezembro de 2014) o Prêmio divide-se em 27 categorias[1] de livros:

  • 1. Adaptação
  • 2. Arquitetura, Urbanismo, Artes e Fotografia
  • 3. Biografia
  • 4. Capa
  • 5. Ciências da Natureza, Meio Ambiente e Matemática
  • 6. Ciências da Saúde
  • 7. Ciências Humanas
  • 8. Comunicação
  • 9. Contos e Crônicas
  • 10. Didático e Paradidático
  • 11. Direito
  • 12. Economia, Administração, Negócios, Turismo, Hotelaria e Lazer
  • 13. Educação e Pedagogia
  • 14. Engenharias, Tecnologias e Informática
  • 15. Gastronomia
  • 16. Ilustração
  • 17. Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil
  • 18. Infantil
  • 19. Infantil Digital
  • 20. Juvenil
  • 21. Poesia
  • 22. Projeto Gráfico
  • 23. Psicologia, Psicanálise e Comportamento
  • 24. Reportagem e Documentário
  • 25. Romance
  • 26. Teoria/Crítica Literária, Dicionários e Gramáticas
  • 27. Tradução

Polêmica na premiação[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o Grupo Editorial Record deixou o prêmio por não concordar com os critérios de avaliação das publicações e concessão dos prêmios. O presidente do grupo, Sergio Machado, disse que "não compactua com uma comédia de erros", e que o "Jabuti virou um concurso de beleza, com critérios de programas como os de Faustão e Silvio Santos" e "pautado por critérios políticos, sejam da grande política nacional, sejam da pequena política do setor livreiro-editorial".[2]

Se Eu Fechar os Olhos Agora, de Edney Silvestre, editado pela Record, recebeu o Prêmio Jabuti de melhor romance em 2010, sendo que Leite Derramado, de Chico Buarque, editado pela Companhia das Letras, foi o segundo colocado na categoria. Os três primeiros colocados de cada categoria concorriam ao mesmo prêmio como Livro do Ano e nessa escolha Leite Derramado foi o vencedor. Na primeira fase, a escolha era feita por especialistas, enquanto na segunda havia uma quantidade maior de votantes e muitos empresários do setor. A premiação de Leite Derramado gerou, assim, muitos protestos, inclusive uma petição on line intitulada "Chico, devolve o Jabuti!". A editora Record anunciou que deixaria de participar da premiação, alegando que na escolha de Livro do Ano personagens midiáticas tendem a ser favorecidas e possivelmente muitos votantes nem tenham lido os livros, além do que o regulamento seria desrespeitoso com os autores e com o júri especializado.[3]

Outro livro de Chico Buarque já havia vencido o Livro do Ano sem ter sido escolhido o melhor romance: Budapeste, em 2004, foi escolhido o Livro do Ano, mesmo tendo obtido a terceira colocação na categoria Melhor Romance, categoria vencida por Mongólia, de Bernardo Carvalho. Em 2008, novamente o Livro do Ano foi dado a uma obra que não venceu em sua categoria: o prêmio final foi para O Menino que Vendia Palavras, de Ignácio de Loyola Brandão, segundo colocado na categoria infantil, vencida por Sei Por Ouvir Dizer, de Bartolomeu Campos de Queirós.[3][4]

Após a polêmica, a Câmara Brasileira do Livro anunciou mudanças na edição do prêmio para 2011, passando a concorrer ao prêmio de Livro do Ano apenas os vencedores de cada categoria.[5]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Categoria Contos e Crônicas[editar | editar código-fonte]

De 1959 a 1995, a categoria era nomeada Contos/Crônicas/Novelas. Em 1996, foi renomeada para Contos. Em 1998, foi novamente renomeada, dessa vez, para Contos e Crônicas.

Contos e Crônicas
Obra Autor Ref.
1959 Água Preta Jorge Medauar [6]
1960
Novelas Nada Exemplares (Contos) Dalton Trevisan [7]
Os Caminhantes de Santa Luzia (Novelas) Ricardo Ramos [7]
1961 Laços de Família Clarice Lispector [8]
1962 Os Desertos Ricardo Ramos [9]
1963 Passe as Férias em Nassau Julieta Godoi Ladeira [10]
1964 Malagueta, Perus e Bacanaço João Antonio [11]
1965 Cemitério de Elefantes Dalton Trevisan [12]
1966 O Jardim Selvagem Lygia Fagundes Telles [13]
1967 Veranico de Janeiro Bernardo Elis [14]
1968 O Enterro da Cafetina Marcos Rey [15]
1969 Corrente de um Elo Só Maria Cecília Caldeira [16]
1970 Lucia McCartney Rubem Fonseca [17]
1971 Matar um Homem Ricardo Ramos [18]
1972 A Coleira de Peggy Holdemar Menezes [19]
1973 O Fim de Tudo Luiz Vilela [20]
1974 Inquieta Viagem no Fundo do Poço Elias José [21]
1975 O Casarão Caio Porfírio Carneiro [22]
1976 Canção para Totem Regina Célia Colônia [23]
1977 O Homem Vermelho Domingos Pellegrini [24]
1978 Hora Inclinada Hermann José Reipert [25]
1979 Os Venenos de Lucrécia Sônia Coutinho [26]
1980 As Marcas do Real Modesto Carone [27]
1981 De Jogos e Festas José J. Veiga [28]
1982 Imaginações Pecaminosas Autran Dourado [29]
1983 O Concerto de João Gilberto no Rio de Janeiro Sérgio Sant'Anna [30]
1984 O Triângulo das Águas Caio Fernando Abreu [31]
1985 O Pêndulo do Relógio Charles Kiefer [32]
1986 Amazônia Sérgio Sant'Anna [33]
1987 Não há registro de premiação para este ano. - [34]
1988 O Olho Enigmático Moacyr Scliar [35]
1989 Os Dragões não Conhecem o Paraíso Caio Fernando Abreu [36]
1990 Malthus Diogo Mainardi [37]
1991 Mínimo Múltiplo Comum Rosa Amanda Strauz [38]
1992 Não há registro de premiação para este ano. - [39]
1993
Guardador João Antonio [40]
O Elo Partido e Outras Histórias Otto Lara Rezende [40]
Terceira Perna Vilma Áreas [40]
Um Outro Olhar Charles Kiefer [40]
1994
Coroa de Orquídeas Nelson Rodrigues [41]
O Último Mamífero do Martinelli Marcos Rey [41]
Rútilo Nada Hilda Hilst [41]
1995
Ah, É? Dalton Trevisan [42]
Arca Sem Noé - História do Edifício Copan Regina Rheda [42]
O Museu Darbot e Outros Mistérios Victor Giudice [42]
1996
A Noite Escura e mais Eu Lygia Fagundes Telles [43]
O Buraco na Parede Rubem Fonseca [43]
Ovelhas Negras Caio Fernando Abreu [43]
1997
Eu Sei, Mas Não Devia Marina Colasanti [44]
Keith Jarret no Blue Note Silviano Santiago [44]
Os Saltimbancos da Porciúncula Antônio Carlos Villaça [44]
1998
Menina a Caminho Raduan Nassar [45]
Nem Todo Canário é Belga Flávio Moreira da Costa [45]
Troços e Destroços João Silvério Trevisan [45]
1999
Antologia Pessoal Charles Kiefer [46]
As Palavras Secretas Rubens Figueiredo [46]
Bolha de Luzes João Inácio Padilha [46]
2000 As Sombrias Ruínas da Alma Raimundo Carrero [47]
2001 Invenção e Memória Lygia Fagundes Telles [48]
2002 Livro Aberto Fernando Sabino [49]
2003 Pequenas Criaturas Rubem Fonseca [50]
2004 O Vôo da Madrugada Sérgio Sant'Anna [51]
2005 Urgente é a Vida Alcione Araújo [52]
2006 Contos Negreiros Marcelino Freire [53]
2007 Resmungos Ferreira Gullar [54]
2008 Histórias do Rio Negro Vera do Val [55]
2009 Canalha! Fabrício Carpinejar [56]
2010 Eu Perguntei Pro Velho Se Ele Queria Morrer (E Outras Estórias De Amor) José Rezende Jr. [57]
2011 Desgracida Dalton Trevisan [58]
2012 O Destino das Metáforas Sidney Rocha [59]
2013 Diálogos Impossíveis Luis Fernando Veríssimo [60]
2014 Amálgama Rubem Fonseca [61]
2015 Sem Vista para o Mar Carol Rodrigues [62]

Categoria Romance[editar | editar código-fonte]

Romance
Obra Autor Ref.
1959 Gabriela, Cravo e Canela Jorge Amado [6]
1960 O Trapicheiro Marques Rebelo [7]
1961 Rua Augusta Maria de Lourdes Teixeira [8]
1962 Porto Calendário Osório Alves de Castro [9]
1963 A Mudança Marques Rebelo [10]
1964 Grotão do Café Amarelo Francisco Marins [11]
1965 O Coronel e o Lobisomem José Candido de Carvalho [12]
1966 O Senhor Embaixador Érico Veríssimo [13]
1967 Confissões do Frei Abóbora José Mauro de Vasconcelos [14]
1968 O Tronco Bernardo Elis [15]
1969 Noites do Relâmpago Ibiapaba Martins [16]
1970 Pátio das Donzelas Maria de Lourdes Teixeira [17]
1971 O Sexo Começa às Sete Lenita Miranda de Figueiredo [18]
1972 A Girafa de Vidro Luis Martins [19]
1973 Clube de Campo Rubens Teixeira Scavone [20]
1974 As Meninas Lygia Fagundes Telles [21]
1975 As Velhas Adonias Filho [22]
1976 A Festa Ivan Ângelo [23]
1977 O Fruto do Vosso Ventre Herberto Sales [24]
1978 A Hora da Estrela Clarice Lispector [25]
1979 Partidas Dobradas Mário Donato [26]
1980 O Grande Mentecapto Fernando Sabino [27]
1981 Endiabrados Dyonélio Machado [28]
1982 Em Liberdade Silviano Santiago [29]
1983 Aquele Mundo de Vasabarros José J. Veiga [30]
1984 A Grande Arte Rubem Fonseca [31]
1985 Viva o Povo Brasileiro João Ubaldo Ribeiro [32]
1986 A Idade da Paixão Rubem Mauro Machado [33]
1987 Luisa Maria Adelaide Amaral [34]
1988 Dinheiro na Estrada Emil Farhat [35]
1989 A Saga do Cavalo Indomado Maria Alice Barroso [36]
Sonata da Última Cidade Renato Modernell [36]
1990 Relato de um Certo Oriente Milton Hatoum [37]
1991 Jóias de Família Zulmira Ribeiro Tavares [38]
1992 Estorvo Chico Buarque de Holanda [39]
1993 Memorial de Maria Moura Rachel de Queiroz [40]
O Livro do Avesso João Silvério Trevisan [40]
O Risonho Cavalo do Príncipe José J. Veiga [40]
Sonhos Tropicais Moacyr Scliar [40]
Uma História de Família Silviano Santiago [40]
1994 Aqueles Cães Malditos de Arquelau Isaías Pessotti [41]
Harmada João Gilberto Noll [41]
O Braço Direito Otto Lara Resende [41]
1995 A Descoberta das Américas pelos Turcos Jorge Amado [42]
Ana em Veneza João Silvério Trevisan [42]
Galantes Memórias e Admiráveis Aventuras do Virtuoso Conselheiro Gomes, o Chalaça José Roberto Torero [42]
1996 Amor? Ivan Ângelo [43]
O Mistério do Leão Rampante Rodrigo Lacerda [43]
Quase Memória Carlos Heitor Cony [43]
1997 A Céu Aberto João Gilberto Noll [44]
A Mão Esquerda Fausto Wolff [44]
O Equilibrista do Arame Farpado Flávio Moreira da Costa [44]
O Silêncio da Chuva Luis Alfredo Garcia-Roza [44]
1998 A Casa do Poeta Trágico Carlos Heitor Cony [45]
Lealdade Márcio Souza [45]
Um Crime Delicado Sérgio Sant'Anna [45]
1999 Resumo de Ana Modesto Carone [46]
2000 A Mulher que escreveu a Bíblia Moacyr Scliar [47]
2001 O Caso da Chácara Chão Domingos Pellegrini [63][64]
2002 Barco a Seco Rubens Figueiredo [65]
2003 Dias e Dias Ana Miranda [66]
2004 Mongólia Bernardo Carvalho [51]
2005 Vozes do Deserto Nélida Piñon [52]
2006 Cinzas do Norte Milton Hatoum [53]
2007 Desengano Carlos Nascimento Silva [54]
2008 O Filho Eterno Cristovão Tezza [55]
2009 Manual da Paixão Solitária Moacyr Scliar [56]
2010 Se Eu Fechar Os Olhos Agora Edney Silvestre [57]
2011 Ribamar José Castello [58]
2012 Nihonjin Oscar Nakasato [59]
2013 O Mendigo que Sabia de Cor os Adágios de Erasmo de Rotterdam Evandro Affonso Ferreira [60]
2014 Reprodução Bernardo Carvalho [61]
2015 Quarenta Dias Maria Valéria Rezende [62]

Categoria Autor Revelação Literatura Adulta[editar | editar código-fonte]

Esta categoria foi criada em 1962 e permaneceu até 1994.

Década de 1960

Década de 1970

Década de 1980

Década de 1990

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Prêmio Jabuti - Câmara Brasileira do Livro. «Regulamento Prêmio Jabuti». Consultado em 08 de junho de 2015. 
  2. Mônica Bergamo (12 de novembro de 2010). Salseiro Literário Folha de S.Paulo [S.l.] 
  3. a b Marco Tomazzoni (18 de novembro de 2010). «Prêmio Jabuti cria polêmica no meio literário». iG São Paulo. Consultado em 4 de junho de 2011. 
  4. Ivan Finotti (27 de novembro de 2010). «Após polêmica envolvendo Chico Buarque, editores sugerem mudanças no Jabuti». Folha.com. Consultado em 4 de junho de 2011. 
  5. G1, Globo Comunicação e Participações (22 de março de 2011). «Prêmio Jabuti anuncia 'mudanças significativas' em sua 53ª edição». Consultado em 4 de junho de 2011. 
  6. a b «Prêmio 1959». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  7. a b c «Prêmio 1960». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  8. a b «Prêmio 1961». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  9. a b «Prêmio 1962». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  10. a b «Prêmio 1963». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  11. a b «Prêmio 1964». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  12. a b «Prêmio 1965». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  13. a b «Prêmio 1966». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  14. a b «Prêmio 1967». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  15. a b «Prêmio 1968». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  16. a b «Prêmio 1969». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  17. a b «Prêmio 1970». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  18. a b «Prêmio 1971». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  19. a b «Prêmio 1972». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  20. a b «Prêmio 1973». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  21. a b «Prêmio 1974». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  22. a b «Prêmio 1975». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  23. a b «Prêmio 1976». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  24. a b «Prêmio 1977». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  25. a b «Prêmio 1978». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  26. a b «Prêmio 1979». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  27. a b «Prêmio 1980». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  28. a b «Prêmio 1981». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  29. a b «Prêmio 1982». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  30. a b «Prêmio 1983». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  31. a b «Prêmio 1984». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  32. a b «Prêmio 1985». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  33. a b «Prêmio 1986». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  34. a b «Prêmio 1987». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  35. a b «Prêmio 1988». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  36. a b c «Prêmio 1989». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  37. a b «Prêmio 1990». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  38. a b «Prêmio 1991». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  39. a b «Prêmio 1992». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  40. a b c d e f g h i «Prêmio 1993». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  41. a b c d e f «Prêmio 1994». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  42. a b c d e f «Prêmio 1995». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  43. a b c d e f «Prêmio 1996». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  44. a b c d e f g «Prêmio 1997». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  45. a b c d e f «Prêmio 1997». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  46. a b c d «Prêmio 1999». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  47. a b http://www.if.ufrj.br/~mbr/etc/jabuti2000.html
  48. http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u13658.shtml
  49. http://noticias.uol.com.br/inter/reuters/2002/04/29/ult27u21636.jhtm
  50. http://www1.folha.uol.com.br/folha/especial/2003/bienaldolivro/premio_jabuti-vencedores.shtml
  51. a b «Prêmio 2004». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  52. a b «Prêmio 2005». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  53. a b «Prêmio 2006». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  54. a b «Prêmio 2007». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  55. a b «Prêmio 2008». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  56. a b «Prêmio 2009». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  57. a b «Prêmio 2010». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  58. a b «Prêmio 2011». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  59. a b «Prêmio 2012». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  60. a b «Prêmio 2013». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  61. a b «Prêmio 2014». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  62. a b «Prêmio 2015». Prêmio Jabuti. Consultado em 09-09-2016. 
  63. http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u13658.shtml
  64. http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u13645.shtml
  65. http://noticias.uol.com.br/inter/reuters/2002/04/29/ult27u21636.jhtm
  66. http://www1.folha.uol.com.br/folha/especial/2003/bienaldolivro/premio_jabuti-vencedores.shtml

Ligações externas[editar | editar código-fonte]