Prémio Camões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Camões (desambiguação).
Prémio Camões
Luís de Camões por François Gérard
Descrição Enriquecimento do património literário e cultural da língua portuguesa
Organização Protocolo Adicional ao Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Federativa do Brasil
País  Portugal
 Brasil
Primeira cerimónia 1989
Última cerimónia 2015
Detentor Hélia Correia

O Prémio Camões (português europeu) ou Prêmio Camões (português brasileiro), instituído pelos governos do Brasil e de Portugal em 1988, é atribuído aos autores que tenham contribuído para o enriquecimento do património literário e cultural da língua portuguesa.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Este prémio é considerado o mais importante prémio literário a premiar um autor de língua portuguesa pelo conjunto da sua obra.

O Prémio Camões é atribuído anualmente, alternadamente no território de cada um dos dois Estados, cabendo a decisão a um júri especialmente constituído para o efeito. O prémio consiste numa quantia pecuniária resultante das contribuições dos dois Estados, fixada anualmente de comum acordo.

O Prémio Camões foi instituído inicialmente pelo Protocolo Adicional ao Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República Federativa do Brasil, de 7 de setembro de 1966, Que Cria o Prémio Camões, assinado em Brasília, em 22 de junho de 1988, aprovado por Portugal através do Decreto n.º 43/88, de 30 de novembro.[2]

Este protocolo foi substituído pelo Protocolo Modificativo do Protocolo Que Institui o Prémio Camões, celebrado entre a República Portuguesa e a República Federativa do Brasil, assinado em Lisboa, em 17 de abril de 1999, aprovado por Portugal através do Decreto n.º 47/99, de 5 de novembro.[3]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Ano Local/Data de atribuição Autor galardoado País Área de atuação
1989 Lisboa.PNG Lisboa, junho de 1989 Miguel Torga - Exposição «Estou nas nuvens».jpg Miguel Torga (1907–1995)[4]  Portugal poesia, conto, romance, teatro, novela, memórias, ensaio
1990 Lisboa.PNG Lisboa, outubro de 1990 JoaoCabral.JPG João Cabral de Melo Neto (1920–1999)[5]  Brasil poesia, ensaio
1991 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, junho de 1991 José Craveirinha (1922–2003)[6]  Moçambique poesia, jornalismo
1992 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, setembro de 1992 Vergílio Ferreira (1916–1996)[6]  Portugal romance, conto, memórias, ensaio
1993 Lisboa.PNG Lisboa, junho/julho de 1993 Rachel de Queiroz - Não me deixes.png Rachel de Queiroz (1910–2003)[6]  Brasil romance, crônica, tradução, jornalismo, teatro, memórias, literatura infantojuvenil
1994 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, março de 1995 Jorge Amado, 1935.jpg Jorge Amado (1912–2001)[6]  Brasil romance, crônica, novela, poesia, literatura infantojuvenil, biografia, jornalismo, memórias
1995 Lisboa.PNG Lisboa, novembro de 1995 Saramago, José (1922)-2.jpg José Saramago (1922–2010)[6]  Portugal romance, crônica, conto, novela, teatro, poesia, memórias, jornalismo, literatura infantojuvenil, roteiro de cinema
1996 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, abril de 1996 Eduardo Lourenço 08-07-2015 IMG 6492.JPG Eduardo Lourenço (1923–)[6]  Portugal filosofia, crítica literária, estudos literários, ensaio
1997 Lisboa.PNG Lisboa, abril de 1997 Pep.jpg "Pepetela" - Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos (1941–)[6]  Angola romance, teatro
1998 Lisboa.PNG Lisboa, julho de 1998 AntonioCandido.jpg António Cândido de Mello e Sousa (1918–)[6]  Brasil crítica literária, estudos literários, ensaio, poesia
1999 Bandeira de Salvador.svg Salvador, junho de 1999 Sophia Mello Breyner Andersen.png Sophia de Mello Breyner Andresen (1919–2004)[6]  Portugal poesia, conto, teatro, literatura infantojuvenil, tradução, ensaio
2000 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, agosto de 2000 Autran Dourado (1926–2012)[6]  Brasil romance, conto, ensaio, memórias
2001 Lisboa.PNG Lisboa, julho de 2001 Eugénio de Andrade.jpg Eugénio de Andrade (1923–2005)[6]  Portugal poesia, literatura infantojuvenil, tradução, crônica
2002 Lisboa.PNG Lisboa, maio de 2002 Maria Velho da Costa.JPG Maria Velho da Costa (1938–)[6]  Portugal romance, conto, teatro, ensaio, roteiro de cinema
2003 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, maio de 2003 Rubem Fonseca (1925–)[6]  Brasil romance, conto, crônica, novela, roteiro de cinema
2004 Lisboa.PNG Lisboa, maio de 2004 Agustina Bessa-Luís (1922–)[6]  Portugal romance, novela, conto, crônica, teatro, ensaio, literatura infantojuvenil, roteiro de cinema, biografia, memórias
2005 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, maio de 2005 Lygia Fagundes Telles - MinC (7) cropped.jpg Lygia Fagundes Telles (1923–)[6]  Brasil romance, conto
2006 Lisboa.PNG Lisboa, maio de 2006 José Luandino Vieira (1935–) - recusou[7]  Portugal/ Angola[8] romance, conto, novela, jornalismo, literatura infantojuvenil, tradução
2007 Lisboa.PNG Lisboa, julho de 2007 Antonio Lobo Antunes 20100329 Salon du livre de Paris 2.jpg António Lobo Antunes (1942–)[6]  Portugal romance, crónica
2008 Lisboa.PNG Lisboa, 26 de julho de 2008 Joao Ubaldo Ribeiro.jpg João Ubaldo Ribeiro (1941–2014)[6]  Brasil romance, conto, crônica, novela, literatura infantojuvenil, ensaio, jornalismo
2009 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, 2 de junho de 2009 Conde.jpg Arménio Vieira (1941–)[6] Cabo Verde Cabo Verde poesia, jornalismo, ensaio
2010 Lisboa.PNG Lisboa, 31 de maio de 2010 Ferreira Gullar crop.png Ferreira Gullar (1930–)[6]  Brasil poesia, conto, crônica, ensaio, crítica de arte, biografia
2011 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, 12 de maio de 2011 Kim 0078-2.jpg Manuel António Pina (1943–2012)[9]  Portugal poesia, jornalismo
2012 Lisboa.PNG Lisboa, 21 de maio de 2012 Dalton Trevisan (1925–)[10]  Brasil conto, romance, novela
2013 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, 27 de maio de 2013 Mia Couto cropped.jpg Mia Couto (1955–)[11]  Moçambique romance, novela, conto, poesia
2014 Lisboa.PNG Lisboa, 30 de maio de 2014 Alberto da Costa e Silva (1931–)[12]  Brasil história, poesia, memórias, ensaio, biografia
2015 Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png Rio de Janeiro, 17 de junho de 2015 Hélia Correia (1949–)[13]  Portugal romance, poesia, teatro, conto, literatura infantojuvenil

Vencedores por país[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Prémio Camões». Dicionários Porto Editora. www.infopedia.pt. 
  2. (30 de novembro de 1988) "Decreto n.º 43/88". Diário da República (277).
  3. (5 de novembro de 1999) "Decreto n.º 47/99". Diário da República (258).
  4. «É entregue a Miguel Torga o Prémio Camões». Fundação Mário Soares. Consultado em 22 de abril de 2016. 
  5. «João Cabral de Melo Neto, poeta marginal». Antena 1. Rádio e Televisão de Portugal. Consultado em 22 de abril de 2016. 
  6. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s «Prémio Camões. A lista dos vencedores». i. 17 de junho de 2015. 
  7. Lucas, Isabel (25 de maio de 2006). «Luandino Vieira recusa Camões por "razões pessoais"». Diário de Notícias. 
  8. Nascido em Vila Nova de Ourém (atual Ourém), Portugal.
  9. «Prémio Camões para Manuel António Pina». Jornal de Notícias. 12 de maio de 2011. 
  10. Alexandra Lucas Coelho e Isabel Coutinho (21 de maio de 2012). «Dalton Trevisan distinguido com o Prémio Camões». Público. 
  11. «Mia Couto "surpreendido" venceu o Prémio Camões». Jornal de Notícias. 27 de maio de 2013. 
  12. «Alberto da Costa e Silva vence Prémio Camões 2014». Rádio Renascença. 30 de maio de 2014. 
  13. Coelho, Sara Otto (17 de junho de 2015). «Hélia Correia vence Prémio Camões 2015». Observador. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]