Arménio Vieira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arménio Vieira
Arménio Vieira tomando uma bica no café Cachito. Praia.
Data de nascimento 24 de janeiro de 1941 (74 anos)
Local de nascimento Praia, Santiago
Nacionalidade Cabo Verde Cabo-verdiano
Magnum opus O Poema, a viagem, o sonho
Prémios Prémio Camões 2009

Arménio Adroaldo Vieira e Silva (Praia, Santiago, 24 de janeiro de 1941) é um jornalista e escritor da língua portuguesa,

Biografia[editar | editar código-fonte]

Elemento activo da geração de 1960, colaborou em SELÓ - folha dos novíssimos, Boletim de Cabo Verde, revista Vértice (Coimbra), Raízes, Ponto & Vírgula, Fragmentos, Sopinha de Alfabeto, entre outras publicações. Foi redactor do extinto jornal Voz di Povo.

Em 1981 lançou o livro Poemas.

Foi o primeiro Cabo-verdiano, em 2009, a vencer o Prémio Camões.

Em Junho de 2013 publicou O Brumário e Derivações do Brumário. Início de uma série com "versos livres, notas poéticas e miscelâneas".

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • 1981 - Poemas - África Editora - Colecção Cântico Geral. - Lisboa - poemas.
  • 1990 - O Eleito do Sol - Edição Sonacor EP - Grafedito - Praia - novela.
  • 1998 - Poemas (reedição) - Ilhéu Editora - Mindelo - poemas.
  • 1999 - No Inferno - Centro Cultural Português - Praia e Mindelo - romance.
  • 2006 - MITOgrafias - Ilhéu Editora - Mindelo - poemas.
  • 2009 - O Poema, a Viagem, o Sonho - Editorial Caminho - Lisboa - poemas.
  • 2013 - O Brumário
  • 2013 - Derivações do Brumário
  • 2014 - Fantasmas e Fantasias do Brumário

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Três poemas seus (Lisboa - 1971, Quiproquo e Ser tigre), encontram-se no CD Poesia de Cabo Verde e sete poemas de Sebastião da Gama, de Afonso Dias.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
João Ubaldo Ribeiro
Prêmio Camões
2009
Sucedido por
Ferreira Gullar