Francisco Marins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde junho de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2017)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Francisco Marins
Nascimento
São Manuel,  Brasil
Prémios Prémio Jabuti 1964
Género literário Literatura infanto-juvenil
Movimento literário Pós-modernismo

Francisco Marins (São Manuel, 23 de novembro de 1922 - Botucatu, 10 de abril de 2016) foi um escritor brasileiro.

Os livros do escritor Francisco Marins, traduzidos em quinze línguas[1] levam as histórias típicas do Brasil a vários países do mundo.

É o único escritor do país a figurar na famosa coleção Européia "Delphin", que reúne os clássicos de literatura juvenil de todo o mundo. É membro da Academia Paulista de Letras.

Vida[editar | editar código-fonte]

Francisco Marins passou sua juventude em uma típica propriedade rural que ele havia de imortalizar com o nome de Taquara-Póca e em uma vila. Formulou a ideia de contar em seus livros sobre a vida do interior e, também,  sobre a epopéia de integrar o território, as passadas sertanistas, as bandeiras, a lenda dos Martírios, bandeirismo, bandeiras fluviais, Expedição Langsdorff, etc.

Também é conhecida a campanha do escritor como ex-Presidente da Câmara Brasileira do Livro e Academia Paulista de Letras para a divulgação do hábito de ler e formação de bibliotecas em todo país.

É autor da série de livros infanto-juvenis sobre a fazenda Taquara-Póca, assim como de romances de caráter histórico, tendo por cenário o interior do Brasil durante a época de seu desbravamento. Vendeu mais de cinco milhões de livros, traduzidos em quinze idiomas[1], e é o único escritor brasileiro a participar da coleção européia Delphin, que reúne os clássicos de literatura juvenil de todo o mundo.

Série Taquara-Póca[editar | editar código-fonte]

Três garotos são apresentados ao leitor. Cenário: o sítio de Taquara-Póca. Um homem inescrupuloso quer apoderar-se do sítio e os meninos resolvem agir para salvar seu avô.

Os Segredos de Taquara-Póca: O Burrinho Maracujá desaparece misteriosamente e os três meninos embrenham-se em novas aventuras, quando saem à procura do animal desaparecido. Mas existe um mistério - a Flor Roxa do Samambaial que dá força e coragem!

O Coleira Preta: O macaco Coleira-Preta apodera-se da espingarda de Chico Tibúrcio e lança o terror nas matas. Os nossos três heróis saem para castigar o malfeitor e então acontecem episódios cheios de aventuras e imaginação.

Gafanhotos em Taquara-Póca: Chega a Taquara-Póca a notícia de que uma nuvem de gafanhotos se aproxima. O modo como os garotos salvaram o sítio e as vizinhanças de tão terrível ameaça, e a aventura cheia de surpresas deste volume.

Coleção Vaga-Lume[editar | editar código-fonte]

A Aldeia Sagrada: Uma seca terrível assola o sertão. Didico anda à toa pela caatinga, tentando sobreviver. Mas ele terá de enfrentar o fogo de uma guerra terrível. Estamos em 1897: os homens de Antonio Conselheiro estão dispostos a tudo, defendendo-se dos ataques dos militares. Em A aldeia sagrada, Francisco Marins conta o episódio da Guerra de Canudos pela visão de um menino de 12 anos que participa dos acontecimentos.

O Mistério dos Morros Dourados: Existe mesmo a Mina dos Martírios? Ou suas incríveis riquezas não passam de uma lenda fantástica? É o que pretendem descobrir os aventureiros Tonico e Perova. Enfrentando os perigos dos sertões, os dois conseguirão resolver o mistério dos Morros Dourados?

A Montanha de Duas Cabeças: No século passado, Tonico e Perova, dois aventureiros, enfrentam o perigo, desbravando a imensidão das matas brasileiras. O contato com índios, animais selvagens e exploradores em busca de ouro e diamantes marca a sua trajetória, em direção à Montanha das Duas Cabeças. Neste livro clássico de Francisco Marins, você vai conhecer a vida arriscada dos pioneiros da expansão do território do Brasil.

Em Busca do Diamante: Um enorme diamante destinado ao Imperador acaba de desaparecer misteriosamente. A suspeita logo recai sobre os integrantes da Expedição Langsdorff. Para provar a inocência de seus amigos, Tonico e Perova se lançaram em uma aventura que os colocará diante de tribos desconhecidas, escravos fugidos, bandidos perigosos e rios traiçoeiros.

Canudos: A história do Conselheiro, que fundou nos sertões longínquos a aldeia de Canudos, é contada aos jovens para que todos conheçam uma das mais terríveis guerras sertanejas!

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Livros infantojuvenis[editar | editar código-fonte]

  • Nas Terras do Rei Café (série Taquara-Póca)
  • Os Segredos de Taquara-Póca (série Taquara-Póca)
  • O Coleira Preta (série Taquara-Póca)
  • Gafanhotos em Taquara-Póca (série Taquara-Póca)
  • Viagem ao Mundo Desconhecido
  • A Aldeia Sagrada (série Vagalume)
  • O Mistério dos Morros Dourados (série Vagalume)
  • A Montanha das Duas Cabeças (série Vagalume)
  • Em Busca do Diamante (série Vagalume)
  • Canudos (série Vagalume)
  • O Sótão da Múmia (série Vagalume)
  • Expedição aos Martírios (série Roteiro dos Martírios)
  • Volta à Serra Misteriosa (série Roteiro dos Martírios)
  • O Bugre Chapéu de Anta (série Roeteiro dos Martírios)
  • Verde era o Coração da Montanha
  • Território dos Bravos

Romances[editar | editar código-fonte]

  • Clarão na Serra
  • Grotão do Café Amarelo
  • ... E a Porteira Bateu!
  • Atalho Sem Fim

Contos[editar | editar código-fonte]

  • O curandeiro dos olhos em gaze

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.