Isaías Pessotti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Isaias Pessotti (São Bernardo do Campo, 28 de Setembro de 1933)[1] é escritor, psicólogo[2][3] e professor universitário brasileiro. Como escritor ganhou o Prêmio Jabuti em 1994.[4]. Foi professor da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Graduou-se em psicologia pela Universidade de São Paulo (USP) em 1955. Doutorou-se em psicologia também pela USP em 1969, orientado por Carolina Martuscelli Bori, com a tese Discriminação condicional em Melipona Micheneria Rufiventris Lepeletir.

Produção intelectual[editar | editar código-fonte]

Obras de literatura[editar | editar código-fonte]

  • Aqueles cães malditos de Arquelau (romance histórico, 1994) - Prêmio Jabuti, melhor romance nacional, livro do ano.
  • O manuscrito de Mediavilla (1996)
  • A lua da verdade (1997)

Publicações em psicologia[editar | editar código-fonte]

  • Pessotti, I. (1976). Pré-História do Condicionamento. SAO PAULO: HUCITEC-EDUSP, 145p.
  • Pessotti, I. (1978). Ansiedade. SAO PAULO: E.P.U., 136p.
  • Pessotti, I. (1979). Pavlov. SAO PAULO: ATICA, 207p.
  • Pessotti, I. (1988). Notas para uma história da psicologia brasileira. Em: Conselho Federal de Psicologia. Quem é o psicólogo brasileiro? (pp. 17–31) São Paulo: Edicon.
  • Pessotti, Isaias. (1998). Minha Chefe, Dona Carolina. Psicologia USP, 9(1), 243-246.[5]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um escritor do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.