Ilka Brunhilde Laurito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ilka Brunhilde Laurito
Ilka Brunhilde Laurito
Nascimento 10 de julho de 1925
São Paulo, Brasil
Morte 11 de dezembro de 2012 (87 anos)
Corumbataí, Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Escritora, poetisa, professora e tradutora
Prémios Prêmio Jabuti 1987
Magnum opus Caminho (1948)
Assinatura
Ilka Brunhilde Laurito.png

Ilka Brunhilde Laurito (São Paulo, 10 de julho de 1925 - Corumbataí, 11 de dezembro de 2012[1]) foi uma escritora, poetisa e professora brasileira.

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1948, Ilka publicou Caminho, seu livro de estreia.

Ativista, Ilka tomou parte de movimentos de divulgação literária, como o Poesia na Praça e Poetas na Praça, em 1969 e 1975, respectivamente.

Em 1972, escreveu O século XIX na fotografia de Militão para o jornal O Estado de S. Paulo[2], artigo sobre Militão Augusto de Azevedo considerada uma das primeiras publicações que atribuiu importância ao fotógrafo e à sua obra.[3]

Na década de 1980, organizou Casimiro de Abreu, livro da coleção Literatura Comentada (Abril Educação), e publicou, com Flora Bender, Crônica: História, Teoria e Prática.

Formada em letras pela USP, Ilka trabalhou no magistério secundário e superior e publicou, além de poesia, contos, crônicas e ficção infanto-juvenil. Na década de 1960, foi diretora do Departamento de Cinema e Educação da Cinemateca Brasileira.

Ultimamente, sofria de mal de Alzheimer e morava com uma sobrinha em Corumbataí, onde morreu após um acidente vascular cerebral.[1]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Caminho (1948);
  • A Noiva do Horizonte (1953);
  • Autobiografia de Mãos Dadas (1958);
  • Janela do Apartamento (1968);
  • Sal do Lírico (1978)
  • A menina que fez a América(1989)

Prêmio Jabuti[editar | editar código-fonte]

  • 1987 - Livro: Canteiro de Obras (Scortecci/Edicon) (poesia)
  • 1990 - Livro: A Menina Que Fez a América (infantil)
  • 2001 - Livro: A Menina Que Descobriu o Brasil" (infantil)

Referências

  1. a b Bertoni, Estêvão (17 de dezembro de 2012). «Ilka Brunhilde Laurito - Uma escritora dona de dois Jabutis». Folha de S.Paulo. Consultado em 17 de dezembro de 2012 
  2. Laurito, Ilka Brunhilde (1972). «O Século XIX na fotografia de Militão» (PDF). O Estado de S. Paulo. Consultado em 2 de novembro de 2018 
  3. Araujo, Iris Morais (7 de fevereiro de 2007). «Versões do "progresso": a modernização como tema e problema do fotógrafo Militão Augusto de Azevedo (1862-1902)». doi:10.11606/d.8.2007.tde-21072011-091537 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um escritor do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.