Pedro Bandeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pedro Bandeira
Pedro em 2013
Nome completo Pedro Bandeira de Luna Filho
Nascimento 9 de março de 1942 (76 anos)
Santos
Nacionalidade brasileiro
Cidadania Brasileira
Ocupação Romancista, poeta
Prêmios Prêmio Jabuti 1986
Troféu APCA 1986
Magnum opus A Marca de uma Lágrima (1985)
O Fantástico Mistério de Feiurinha (1986)
Série Os Karas (19842014)
Página oficial
http://www.pedrobandeira.com.br/

Pedro Bandeira de Luna Filho (Santos, 9 de março de 1942) é um escritor brasileiro de livros infantojuvenis. Recebeu vários prêmios, como o Troféu APCA da Associação Paulista de Críticos de Arte e o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, entre outros.[1]

Pedro Bandeira é o autor de literatura juvenil mais vendido no Brasil (vinte e três milhões de exemplares até 2012) e, como especialista em letramento e técnicas especiais de leitura, profere conferências para professores em todo o país. É autor da série Os Karas,[2] de O Fantástico Mistério de Feiurinha e de A Marca de uma Lágrima, entre mais de 80 títulos publicados e ainda à venda até 2012.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Pedro Bandeira de Luna Filho nasceu no dia 9 de março de 1942 na cidade de Santos, no Estado de São Paulo, onde se dedicou ao teatro amador. Em 1961, ele se muda para São Paulo para cursar Publicidade na Universidade de São Paulo .[1] Morando então na capital, teve três filhos: Rodrigo, Marcelo e Maurício. E seis netos: Melissa, Beatriz, Júlia, Érico, Michelle e Pedro. Atualmente, o escritor mora na Finlândia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Além de ser professor, trabalhou em teatro profissional até 1967 como ator, diretor, cenógrafo e com teatro de bonecos. Mas, desde 1962, Pedro já trabalhava também na área de jornalismo e publicidade, começando no jornal Última Hora, sucursal de São Paulo, e mais tarde na Editora Abril, onde escreveu para diversas revistas e fascículos. Como freelancer, desde 1972 passou a escrever pequenas histórias para revistas de banca desta e de outras editoras.

Seu primeiro livro foi O dinossauro que fazia au-au, voltado para as crianças, que fez um grande sucesso. Mas foi com A Droga da Obediência, voltado para adolescentes (que ele considera seu público alvo) que ele se consagrou, tendo já este título vendido 1,6 milhão de exemplares até 2012. Além deste, O Fantástico Mistério de Feiurinha, que ganhou o Prêmio Jabuti de 1986, logo se tornou um clássico.

A partir de 1983, Pedro Bandeira dedicou-se inteiramente à literatura. Pedro chegou a vender mais de um milhão de livros em um único ano (1996) - em toda a carreira, são mais de 23 milhões de exemplares vendidos até 2012. É considerado o autor de literatura juvenil com o maior número de obras vendidas.[3]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Obras de Pedro Bandeira de Luna Filho, em ordem alfabética.

{{Duas colunas|

Principais prêmios[editar | editar código-fonte]


|- style="text-align:center;" | style="padding: 4px; border:1px solid gray; width: 30%;" | Precedido por
Luiz Galdino | style="padding: 4px; border:1px solid gray; width: 30%;" | Jabuti 01.jpg
Prêmio Jabuti - Literatura Infantil

1986 | style="padding: 4px; border:1px solid gray; width: 30%;" | Sucedido por
Maria Heloísa Penteado |}

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]