Luisa Massarani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luisa Massarani
Cidadania Brasil
Alma mater Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Ocupação jornalista científico
Prêmios Prêmio José Reis de Divulgação Científica

Luisa Massarani é uma jornalista de ciência e pesquisadora da divulgação científica brasileira.[1] É pesquisadora no Núcleo de Estudos da Divulgação Científica do Museu da Vida, da Casa de Oswaldo Cruz da Fundação Oswaldo Cruz, e coordenadora do portal latinoamericano SciDev.Net.[2] É também diretora-executiva da Rede de Popularização da Ciência e da Tecnologia na América Latina e no Caribe (RedPOP), que recebe apoio da Unesco.[3]

Em 2016, foi agraciada com o Prêmio José Reis de Divulgação Científica. O prêmio foi-lhe concedido, na justificativa da comissão avaliadora, "considerando a qualidade e a relevância dos trabalhos, a experiência e a trajetória profissional, e em reconhecimento à sua contribuição em prol da divulgação e popularização da ciência, tecnologia e inovação".[3] Em 2015, recebeu o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, em virtude de sua atuação na criação de uma rede de comunicadores e pesquisadores de comunicação científica na América Latina.[4][5]

Formação[editar | editar código-fonte]

Massarani formou-se em jornalismo na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1987. É mestra em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (1988) e doutora em Gestão, Educação e Difusão em Biociências pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). Fez pós-doutorado na University College London (2013).[3][6]

Atuação profissional[editar | editar código-fonte]

Em sua atuação no Museu da Vida, desenvolve atividades para aperfeiçoar a especialização e jornalismo e divulgação científica.[1] No SciDev.Net, escreve conteúdo jornalístico sobre ciência e tecnologia na América Latina e busca fomentar a atividade do jornalismo científico no continente.[1]

Massarani trabalhou por doze anos nas revistas Ciência Hoje e Ciência Hoje das Crianças.[3]

Em entrevista, em 2004, Massarani definiu o papel do jornalismo científico, um de seus temas de pesquisa: "O jornalista não é um tradutor [para o leigo do discurso científico]: ele é um profissional que tem a imensa tarefa de instigar o debate, de forma inteligente e crítica, sobre temas de ciência e a tecnologia, em particular quando suas aplicações têm impacto importante na sociedade".[1]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Ciência e público: caminhos da divulgação científica no Brasil (2002), com Ildeu de Castro Moreira, organização
  • O pequeno cientista amador - a divulgação científica e o público infantil (2005)
  • Ciência & Criança: A divulgação científica para o público infanto-juvenil (2008), organização

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio Jabuti, 2017 - 2º lugar categoria infantil [7]
  • Prêmio José Reis de Divulgação Científica, 2016[8]
  • Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, categoria "Integração, 2014[9]


Referências

  1. a b c d «Ciência & Comunicação - Entrevista». www.jornalismocientifico.com.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  2. «¿Quiénes somos?». SciDev.Net América Latina y el Caribe (em espanhol). Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  3. a b c d «Pesquisadora aponta os desafios para formar cultura científica no Brasil - Notícia - Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações». www.mcti.gov.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 [ligação inativa]
  4. «Mercosul entrega prêmios de divulgação científica no CNPq». EBC. 18 de junho de 2015 
  5. «NanoAventura recebe menção honrosa no prêmio Mercosul de C&T». AGÊNCIA FAPESP. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  6. «Luisa Massarani vence prêmio José Reis | História, Ciências, Saúde – Manguinhos». www.revistahcsm.coc.fiocruz.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  7. "Lista premiados Jabuti 2017"
  8. «visualização de notícias - Portal CNPq». www.cnpq.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  9. «UNESCO: Brasileiros ganham três das quatro categorias do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia». ONU Brasil. 11 de maio de 2015