Luisa Massarani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luisa Massarani
Cidadania Brasil
Alma mater Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Ocupação jornalista científico
Prêmios Prêmio José Reis de Divulgação Científica

Luisa Massarani é uma jornalista de ciência e pesquisadora da divulgação científica brasileira.[1] É pesquisadora no Núcleo de Estudos da Divulgação Científica do Museu da Vida, da Casa de Oswaldo Cruz da Fundação Oswaldo Cruz, e coordenadora do portal latinoamericano SciDev.Net.[2] É também diretora-executiva da Rede de Popularização da Ciência e da Tecnologia na América Latina e no Caribe (RedPOP), que recebe apoio da Unesco.[3]

Em 2016, foi agraciada com o Prêmio José Reis de Divulgação Científica. O prêmio foi-lhe concedido, na justificativa da comissão avaliadora, "considerando a qualidade e a relevância dos trabalhos, a experiência e a trajetória profissional, e em reconhecimento à sua contribuição em prol da divulgação e popularização da ciência, tecnologia e inovação".[3] Em 2015, recebeu o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, em virtude de sua atuação na criação de uma rede de comunicadores e pesquisadores de comunicação científica na América Latina.[4][5]

Formação[editar | editar código-fonte]

Massarani formou-se em jornalismo na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1987. É mestra em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (1988) e doutora em Gestão, Educação e Difusão em Biociências pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). Fez pós-doutorado na University College London (2013).[3][6]

Atuação profissional[editar | editar código-fonte]

Em sua atuação no Museu da Vida, desenvolve atividades para aperfeiçoar a especialização e jornalismo e divulgação científica.[1] No SciDev.Net, escreve conteúdo jornalístico sobre ciência e tecnologia na América Latina e busca fomentar a atividade do jornalismo científico no continente.[1]

Massarani trabalhou por doze anos nas revistas Ciência Hoje e Ciência Hoje das Crianças.[3]

Em entrevista, em 2004, Massarani definiu o papel do jornalismo científico, um de seus temas de pesquisa: "O jornalista não é um tradutor [para o leigo do discurso científico]: ele é um profissional que tem a imensa tarefa de instigar o debate, de forma inteligente e crítica, sobre temas de ciência e a tecnologia, em particular quando suas aplicações têm impacto importante na sociedade".[1]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Ciência e público: caminhos da divulgação científica no Brasil (2002), com Ildeu de Castro Moreira, organização
  • O pequeno cientista amador - a divulgação científica e o público infantil (2005)
  • Ciência & Criança: A divulgação científica para o público infanto-juvenil (2008), organização

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio José Reis de Divulgação Científica, 2016[7]
  • Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia, categoria "Integração, 2014[8]

Referências

  1. a b c d «Ciência & Comunicação - Entrevista». www.jornalismocientifico.com.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  2. «¿Quiénes somos?». SciDev.Net América Latina y el Caribe (em espanhol). Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  3. a b c d «Pesquisadora aponta os desafios para formar cultura científica no Brasil - Notícia - Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações». www.mcti.gov.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  4. «Mercosul entrega prêmios de divulgação científica no CNPq». EBC. 18 de junho de 2015 
  5. «NanoAventura recebe menção honrosa no prêmio Mercosul de C&T». AGÊNCIA FAPESP. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  6. «Luisa Massarani vence prêmio José Reis | História, Ciências, Saúde – Manguinhos». www.revistahcsm.coc.fiocruz.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  7. «visualização de notícias - Portal CNPq». www.cnpq.br. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  8. «UNESCO: Brasileiros ganham três das quatro categorias do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia». ONU Brasil. 11 de maio de 2015