Jambo-vermelho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros usos de Jambo, veja Jambo (desambiguação).
Como ler uma caixa taxonómicaJambo-vermelho
Flores de jambeiro-vermelho

Flores de jambeiro-vermelho
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Myrtales
Família: Myrtaceae
Género: Syzygium
Espécie: S. malaccense
Nome binomial
Syzygium malaccense
(L.) Merr. & L.M. Perry.

Syzygium malaccense L.O (antigamente, Eugenia malaccensis), popularmente conhecido como jambeiro, jambo-rosa, jambo-vermelho e eugenia é uma espécie da família Myrtaceae,[1] a qual também inclui espécies como a goiabeira, a pitangueira, o jamelão, a jabuticaba e o eucalipto. O seu fruto, chamado jambo, é uma drupa piriforme (em forma de pera), com casca com cor variando de vermelho a roxo, polpa consistente e branca, adocicada e levemente ácida, e uma semente de formato esférico, ou duas hemisféricas,[2] no seu interior. As folhas são grandes, compridas e brilhantes. As flores são vermelhas e com numerosos estames.[3]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Jambo" é originário do termo sânscrito jambu.[3]

Origem[editar | editar código-fonte]

A espécie é nativa de alguma região entre o continente asiático e a Melanésia.[4] Foi introduzida na África e nas Américas.[2] No Brasil, cresce no Norte, no Nordeste e nas regiões quentes do Sudeste.[5]

Características nutricionais do fruto[editar | editar código-fonte]

O jambo é uma boa fonte de nutrientes. A polpa contém 28% [6] ou 85% [7] de umidade, segundo as fontes, e 56 calorias por 100 g.[8] A casca é rica em fibras (9%), vitamina C (293 mg por 100 g) e antocianinas (301 mg por 100 g).[7]

Paisagismo[editar | editar código-fonte]

A árvore é aproveitada em parques e jardins e gosta do pleno sol.[9]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Jambo-vermelho
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Jambo-vermelho

Referências

  1. "Syzygium malaccense" (em inglês). Germplasm Resources Information Network. Consult. 13 de janeiro de 2013. 
  2. a b Morton, Julia F. (1987). "Malay Apple". Fruits of warm climates (em inglês). pp. 378–381. Consult. 13 de janeiro de 2013. 
  3. a b FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 981.
  4. Whistler, W. Arthur; Craig R. Elevitch (2006). "Syzygium malaccense (Malay apple)" (PDF). Species Profiles for Pacific Island Agroforestry (em inglês). Traditional Tree Initiative. Consult. 13 de janeiro de 2013. 
  5. Almeida, Eduardo José; Eliana Mayra Torrecillas Scalopii, Natanael de Jesus, Antonio Baldo Geraldo Martins. (janeiro-março 2008). "Propagação de jambeiro vermelho (Syzygium malaccense L.) por estaquia de ramos herbáceos". Biosci. J. 24 (1): 39-45. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
  6. Juliano. "Fruta - jambo-vermelho". O Poder das Frutas. Consult. 20 de janeiro de 2013. 
  7. a b Augusta, Ivanilda Maria; Josane Maria Resende, Soraia Vilela Borges, Maria Cristina Antun Maia, Maria Antonieta Peixoto Gimenes Couto. (outubro-dezembro 2010). "Caracterização física e química da casca e polpa de jambo vermelho". Ciência e tecnologia de alimentos 30 (4): 928-932. Visitado em 13 de janeiro de 2013.
  8. Paula Louredo Moraes. "Jambo-vermelho". Mundo Educação. Consult. 20 de janeiro de 2013. 
  9. "Syzygium malaccense". PaisagismoDigital. Consult. 13 de janeiro de 2013. 
Ícone de esboço Este artigo sobre rosídeas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete jambo-vermelho.