Joe Wright

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joe Wright
Wright na San Diego Comic-Con em 2015.
Nome completo Joseph Wright
Nascimento 25 de agosto de 1972 (45 anos)
Londres,  Reino Unido
Nacionalidade Reino Unido britânico
Ocupação Diretor
Cônjuge Anoushka Shankar (2010–presente)
Globos de Ouro
2008 Atonement
Prémios BAFTA
2003 Charles II: The Power and The Passion
2005 Pride & Prejudice
2007 Atonement
IMDb: (inglês)

Joseph "Joe" Wright (Londres, 25 de agosto de 1972) é um diretor de cinema britânico vencedor de 3 prêmios na BAFTA (por Charles II: The Power & the Passion e Pride & Prejudice) e uma indicação ao Globo de Ouro (por Atonement).

Primeiros anos e carreira[editar | editar código-fonte]

Joe Wright nasceu em 25 de agosto de 1972 em Londres, onde os seus pais, John e Lyndie, criaram o Little Angel Theatre, um teatro de fantoches em Islington. Wright sempre se interessou pelas artes, especialmente pela pintura. Ele também fazia filmes com a sua câmara Super 8 e representava num clube de drama à noite. Wright é disléxico e saiu da escola sem completar todos os exames. Wright começou a sua carreira a trabalhar no teatro de fantoches dos seus pais. Também frequentou aulas na Anna Scher Theatre School e representou a nível profissional no teatro e em algumas produções televisivas. Ele esteve um ano na Camberwell College of Arts, antes de tirar um curso de belas artes e cinema na Central St. Martins. No último ano de estudo, ele recebeu uma bolsa de estudo para fazer uma curta-metragem para a BBC que depois recebeu vários prémios. Devido ao sucesso da curta-metragem, ofereceram-lhe o guião da série Nature Boy. Depois, Wright realizou as séries Bodily Harm e a muito elogiada Charles II: The Power and the Passion que recebeu o BAFTA de Melhor Série Dramática.

Durante a década de 1990, trabalhou na Oil Factory, uma empresa de produção de telediscos em Caledonian Road, Londres. Ele trabalhou numa variedade de produções em vários setores, incluindo diretor de elenco. Aí também teve a oportunidade de realizar alguns telediscos. Além disto, particularmente no seguimento da sua curtas-metragem, ele também estava a trabalhar na sua segunda curta-metragem, intitulada The End. Nesta década, Wright ainda trabalhou em regime de part-time como roadie da Vegetable Vision, que criava os efeitos visuais de várias bandas eletrónicas, tais como os The Chemical Brothers, Darren Emerson, Underworld e Andrew Weathreall.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • 2000: Nature Boy
  • 2001: Bob & Rose
  • 2002: Bodily Harm
  • 2003: Charles II: The Power and The Passion
  • 2016: Black Mirror (episódio: "Nosedive")

Indicações ao Oscar[editar | editar código-fonte]

Wright já foi indicado ao Oscar, por duas vezes, com os filmes Pride & Prejudice e Atonement, além de outras seis indicações. Atonement ganhou o Oscar de melhor trilha-sonora, feita pelo renomado compositor Dario Marianelli.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Wright e Dario Marianelli trabalharam juntos em Pride & Prejudice, Atonement e The Soloist. Wright adora as composições de Dario, assim como as atrizes Keira Knightley e Brenda Blethyn, que também continuaram a parceria com o diretor em Atonement e, em 2012, nas gravações de Anna Karenina.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.